TRE conclui recadastramento biométrico dos eleitores cearenses

 
 
A Justiça Eleitoral do Ceará concluiu nesta sexta-feira (29) o
cadastramento biométrico em todos os municípios cearenses, três anos
antes da meta estabelecida nacionalmente. A última cidade a fechar a
revisão no estado foi Fortaleza, depois de cinco anos de coleta de
dados. Os números oficiais serão disponibilizadas assim que o Tribunal
Superior Eleitoral processar todos os atendimentos.
Dados preliminares do TRE apontam um total de 5.881.423 eleitores já com
a biometria realizada no Estado, o que representa 91,4% do eleitorado
de 6.436.956 de cidadãos. Quem não compareceu para a revisão biométrica,
terá o título cancelado, mas terá até maio de 2020 para regularizar a
situação. Para os maiores de 70 anos, a única consequência da ausência à
revisão biométrica é o cancelamento do título.
Nas últimas três semanas, o TRE promoveu o Mutirão da Biometria no
Centro de Eventos em Fortaleza. Até esta quinta-feira (28), foram
atendidos 107.670 eleitores. A expectativa é que nesta sexta-feira (29),
outros 9 mil tenham feito a biometria.
O cadastramento biométrico é realizado para dar maior segurança à
identificação do eleitor no momento da votação. No Ceará, teve início em
2009 para os eleitores do município de Eusébio, quando passaram pelo
procedimento 21.746 mil eleitores.
 
O POVO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *