Rota Mirantes da Ibiapaba, onde Ipu está incluso, projeta receber 1 milhão de turistas até 2025

Receber 1 milhão de turistas por ano, até 2025, é a meta
dos organizadores da Rota Mirantes da Ibiapaba, região que se destaca
por suas elevações de terra e pela beleza de suas cachoeiras e bicas,
ideais para a prática de esportes como o voo livre, o rapel, o
montanhismo e as escaladas.
“Nos próximos meses, quando houver a reinauguração do
Bondinho de Ubajara – desativado em maio de 2015 por problemas de
segurança –, teremos um incremento muito grande de turistas. A Ibiapaba é
uma região serrana, com mananciais de água, grandes produtores de
hortaliças, várias belezas naturais e atrativos turísticos, como
parques, fazendas de flores e produtores de cachaça, preparados para
receber um sem número de turistas”, avalia Francisco das Chagas Terceiro
Magalhães, Analista Técnico do Sebrae-CE.
As cidades de Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina e
São Benedito, além de Guaraciaba do Norte, Ipu, Carnaubal e Croatá –
integrados ao roteiro no último ano – fazem parte dessa Rota,
estabelecida pelo Sebrae-CE por meio do seu Escritório Regional Tianguá.
O teleférico do Parque Nacional de Ubajara foi reformado,
com a recuperação e a modernização das estruturas metálicas e do acesso,
com novas rampas e escadas. Antes da interdição, o Parque recebia cerca
de 100 mil visitantes por ano, número que caiu para cerca de 60 mil sem
o equipamento.
Atrações

Em Viçosa do Ceará, é possível se visitar sítios históricos, como a
Igreja do Céu e a Igreja Matriz. Em e Ubajara, Tianguá, os destaques são
os mirantes. Ipu é muito conhecida pela histórica Bica do Ipu. Em São
Benedito, estão fazendas produtoras de flores que empregam centenas de
pessoas. Em Ibiapina e em Guaraciaba do Norte, a atração é a produção de
alimentos orgânicos e o agronegócio. Em Carnaubal, o forte são as
tradições culturais, como as festas juninas.
Mobilização

A exemplo de outras Rotas Turísticas do Estado, a Mirantes da Ibiapaba
foi formada com a supervisão do Sebrae-CE, mas contou com mobilização da
sociedade local, a partir de um mapeamento turístico, com envolvimento
das governanças locais. “Com a ajuda das pessoas, das entidades
públicas, do governo estadual e federal e a união dos municípios,
ressaltando o papel da Associação dos Municípios da Ibiapaba (AMI),
brevemente teremos uma região muito desenvolvida turisticamente”, afirma
Francisco das Chagas Terceiro Magalhães, do Sebrae-CE.
Para 2020, as perspectivas para essa rota são animadoras.
“Teremos mais integração entre os municípios da Ibiapaba e com outros
roteiros, como as Rotas das Emoções e das Falésias. Estamos começando
uma parceria com o ICMBIO para a integração dos Parques de Jericoacoara e
Nacional de Ubajara”, projeta Lucileide Lourenço, Analista do
Sebrae-Ibiapaba e Gestora Regional do Turismo.
Conheça mais sobre a Rota Mirantes da Ibiapaba no Caderno
Especial Rotas do Ceará, que será publicado no dia 12 de dezembro, pelo
Diário do Nordeste.
O Rotas do Ceará é um projeto comercial do Diário do Nordeste com apoio do Governo do Estado do Ceará e parceria do Sebrae.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *