Rogério Ceni renova com o Fortaleza para a temporada 2020

 

Ninguém esteve em campo, não houve partida. Mas o Fortaleza levantou mais um troféu na temporada de 2019. É com sabor de título que a torcida do Tricolor de Aço saboreia a renovação do técnico Rogério Ceni.  Após negociação que levou em torno de uma semana, o treinador tricolor disse, finalmente, o esperado sim para a nação leonina. Recusou proposta tentadora do Athletico/PR e assinou por mais uma temporada. A oficialização do acerto foi divulgada no início da tarde deste sábado (14).

Por meio das redes oficiais do clube, o Fortaleza publicou vídeo que
mostra uma quadra de tênis de saibro sendo limpa por um auxiliar. A
referência aponta para o técnico Rogério Ceni, praticante confesso do
esporte. O treinador já admitiu o carinho pela cidade de Fortaleza e tem
nas quadras de tênis um dos hobbies favoritos.

Com proposta do Fortaleza em mãos desde o último sábado (7), Ceni
tinha prazo de resposta até esta sexta-feira (13). Neste período de
tempo, foi até a Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro, para
curso da CBF, e recebeu a oferta do Furacão – a diretoria do Santos
também tinha interesse no comandante.

Na última semana, em entrevista exclusiva ao Diário do Nodeste, Ceni havia declarado o motivo que o faria escolher seu futuro.

“Não é a questão financeira que vai decidir. O valor em dinheiro não é
o que muda. É o que move. Um projeto. Quem sabe, arriscar um passo
maior. Um projeto maior. Mas, assim, aqui já é extremamente audacioso. E
eu sempre tenho medo de não conseguir entregar aquilo que o torcedor
espera. Já foi um risco muito grande porque 2018 foi fantástico, e 2019
eu acho que foi o maior ano da história do Fortaleza. Mas o futebol é
muito efêmero”, declarou.

O Fortaleza já inicia o planejamento para a temporada 2020. O elenco
atual possui 20 jogadores com contrato mais duradouro. Pelo menos, 8
atletas devem ser anunciados até o início da temporada. Rogério Ceni é
considerado o maior técnico da história do Fortaleza. Conquistou em duas
temporadas os dois maiores títulos do clube (Brasileiro Série B e Copa
do Nordeste), fora a conquista estadual de 2019 e o acesso e permanência
na Série A. Como cereja no bolo, uma vaga para a Taça Sul-Americana inédita.

Na última partida da temporada, torcedores do Tricolor
lotaram o Castelão e fizeram apelo para que Ceni renovasse com o
Fortaleza para 2020
Foto: Camila Lima

Legado de Ceni

Desde dezembro de 2017, quando foi contratado, Rogério Ceni foi
campeão da Série B do Campeonato Brasileiro, em 2018, além de ter
conquistado o Campeonato Cearense e a Copa do Nordeste, em 2019.

Ainda neste ano, Ceni foi o comandante da campanha histórica do
Tricolor na Série A, garantindo a 9ª colocação, que classificou o time
pela primeira vez para a Copa Sul-Americana.

Com filosofia de trabalho focada no esquema 4-2-4, com quatro
atacantes móveis, Ceni implantou uma ideia de jogo ofensiva e ajudou na
maior profissionalização do Fortaleza, contribuindo até nas reformas
realizadas no Estádio Alcides Santos. Além da metodologia de treinos, o
técnico também orientou na alimentação e preparação física dos atletas.

Em um dos momentos mais marcantes de sua passagem pelo Leão, quando
enfrentou o São Paulo pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro, o
técnico, maior ídolo da história da equipe paulista, foi homenageado pelas duas torcidas
em um Castelão lotado, com direito a mosaico duplo com a frase
“Gratidão Ceni” e outro em 3D, onde aparecia ao lado dos jogadores.
Naquele momento, com lágrimas nos olhos, Rogério entendeu que também
havia se tornado o “mito” do tricolor cearense.

Foto: Lucas Catrib

Em agosto, o treinador interrompeu o trabalho ao meio da
temporada para assumir o Cruzeiro. Em Minas Gerais, porém, Rogério se
desentendeu com alguns jogadores do elenco, como Thiago Neves, e não
conseguiu resultados suficientes para afastar o time da zona de
rebaixamento. Após pouco mais de 1 mês, foi demitido e retornou ao
Fortaleza.

Nesta segunda passagem pelo Fortaleza, Ceni se destacou por liderar a
equipe numa arrancada final que levou o Tricolor a garantir a vaga na
Sul-Americana. Desde o Clássico-Rei, na 32ª rodada, o Leão venceu cinco
vezes e empatou somente duas. O aproveitamento de 80,9% impulsionou a
colocação na tabela.

Na última partida do Fortaleza na temporada, torcedores lotaram a Arena Castelão,
com 52.552 pessoas nas arquibancadas. Público recorde para o estádio
nesta temporada, que foi finalizada com uma linda festa. Com os
holofotes apagados, as luzes da torcida brilhavam com as cores da
bandeira tricolor.

 Diário do Nodeste,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *