Recurso de Lula que questiona provas sobre propina da Odebrecht é negado

O
Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou ontem um recurso do
ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que pedia pede anulação de
todas as provas obtidas pela força-tarefa da Lava Jato em Curitiba com
base nos sistemas de propina da Odebrecht —o Drousys e o MyWebDay.
O
processo, que ainda tramita na primeira instância da Justiça Federal em
Curitiba, trata de supostas vantagens indevidas que o político teria
recebido do Grupo Odebrecht na forma de um imóvel em São Paulo para
utilização do Instituto Lula, um apartamento em São Bernardo do Campo
para a moradia do ex-presidente, e diversos pagamentos ilícitos feitos
para ele e para o PT.

 

 
(OUL)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *