Polícia Civil prende suspeito de roubo em uma joalheria na Capital

Uma ação rápida de policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos
(DRF) resultou na captura de um homem envolvido em um roubo a uma
joalheria ocorrido, na noite do último dia (25), no bairro Sapiranga, na
Área Integrada de Segurança 07 (AIS 07) de Fortaleza. Os detalhes da
ação policial foram apresentados, nesta segunda-feira (02), em coletiva
de imprensa na DRF, situada no Complexo de Delegacias Especializadas
(Code) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).
Na última sexta-feira (27), os policiais civis da DRF capturaram um
dos envolvidos na ação criminosa. Trata-se de Marcos Antônio de Almeida
(19), com antecedentes criminais quando menor por oito procedimentos
policiais por roubo, roubo de veículo e dano e, já adulto, responde por
porte ilegal de arma de fogo. A prisão ocorreu na Avenida Beira-Mar,
local que o homem foi encontrado pelos policiais civis que o
investigavam.
Após capturado, por força de um mandado de prisão solicitado pela
DRF, o suspeito levou os policiais civis até sua residência, localizada
no Conjunto Maria Tomásia, na Messejana. Lá, a Polícia encontrou
diversas joias – sendo treze pares de brinco e um anel – subtraídas no
roubo, além de dois celulares, a camisa e o boné utilizados por ele na
ação criminosa. Segundo investigações, a ação foi planejada. Os
suspeitos estudaram o local onde cometeriam o assalto e levaram em
consideração o dia e o horário que pudesse ter o menor fluxo de pessoas
para praticar o crime.
O homem foi encaminho para a sede da DRF, onde foi dado o cumprimento
ao mandado de prisão preventiva por roubo. A Polícia Civil mantêm as
diligências no sentido de localizar e prender os outros envolvidos na
ação criminosa.
Denúncias
A Polícia Civil segue investigando o fato e pede que a população
contribua com as investigações repassando informações sobre os
criminosos. A DRF disponibiliza um número para denúncias para onde podem
ser repassadas informações que ajudem os trabalhos investigativos. As
denúncias podem ser feitas para o número (85) 3101-1141. O sigilo e o
anonimato são garantidos.

(SSPDS)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *