Nuvem tóxica provocada por incêndios envolve capital australiana

O leste da Austrália vem sofrendo
incêndios devastadores há três meses. Segundo os cientistas, os incêndios
ocorrem por conta da seca prolongada e do aquecimento global.


(foto: AFP / SAEED KHAN)
Sydney, Austrália -Uma
nuvem de fumaça tóxica chegou a Canberra, capital australiana, enquanto os
bombeiros continuam a combater as chamas em 140 pontos da região, situação que
pode piorar devido ao aumento da temperatura nos próximos dias.
O leste da Austrália vem sofrendo
incêndios devastadores há três meses. Segundo os cientistas, os incêndios
ocorrem por conta da seca prolongada e do aquecimento global.
Quando acordaram neste domingo,
os habitantes de Canberra viram a cidade coberta por uma espessa névoa tóxica
produzida pelos incêndios. Sydney, a maior cidade da Austrália, já experimentou
um fenômeno semelhante nos dias anteriores.
De acordo com as autoridades, as
condições climáticas favoráveis permitiram controlar vários incêndios antes que
as temperaturas voltem a subir na terça-feira, acima de 40°C, acompanhadas por
ventos fortes.
Desde setembro, mais de 700 casas
foram destruídas e seis pessoas morreram nesses incêndios. Esse balanço é menos
letal, porém, do que o da temporada de 2009, quando cerca de 200 pessoas
morreram.

Agência France-Presse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *