Mordomias de ex-presidentes custam caro ao contribuinte brasileiro

 
No Brasil, os ex-presidentes da República têm direito a uma série de
mordomias que são garantidos por Lei. Muita gente não sabe, mas tais
privilégios incluem até oito funcionários, sendo dois motoristas, dois
assessores e seguranças, além de dois veículos oficiais. Fora isto,
todos os ex-chefes de Estado brasileiros ainda contam com auxílios para o combustível, passagens e diárias dos assessores, além de um cartão
corporativo. 
A ex-presidente Dilma Rousseff, apresentou uma fatura de mais de meio
milhão de reais em 2018 ao Palácio do Planalto. O dinheiro pagou viagens
de assessores mantidos à sua disposição pelo governo. Ela gastou mais
do que a soma de despesas dos ex-presidentes José Sarney, Fernando
Collor, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva – que
também têm direito ao benefício.
 
(Revista Veja)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *