Mecânico vestido de mulher é preso ao tentar fazer prova do Detran no lugar da mãe

Um mecânico de 43 anos foi preso ao se vestir de mulher e tentar fazer
uma prova prática do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no lugar
da mãe. O crime de falsidade ideológica aconteceu na terça-feira (10)
no distrito de Nova Mutum Paraná, a 106 quilômetros de Porto Velho. O
suspeito, Heitor Márcio Schiave, usava saia longa e estava maquiado no
momento da prisão. 
O G1 ligou para a autoelétrica de Heitor, mas as ligações não foram atendidas. A reportagem também tenta contato com a defesa do suspeito e ainda não obteve retorno. 
De acordo com a Polícia Militar (PM), uma servidora da comissão
examinadora do Detran desconfiou que o homem que fazia a prova não era a
mesma pessoa do documento de identidade apresentado aos avaliadores. 
O mecânico já estava dentro do carro fazendo a prova de baliza quando
outro servidor da autarquia chamou a PM para abordar o suspeito. 
Ao chegarem no local da prova do Detran, os policiais constataram que o
homem tentava se passar pela mãe e deram voz de prisão a ele. 
O suspeito, então, disse aos policiais que a mãe estava no distrito de
Triunfo, em Candeias do Jamari (RO), e não sabia da tentativa dele de se
passar por ela no exame de direção. O mecânico foi levado à Central de
Polícia em Porto Velho. 
Segundo a Polícia Civil, Heitor teve o flagrante confirmado e
permaneceu preso por ter sido enquadrado nos crimes de estelionato
tentado e falsidade ideológica. 
Segundo o poder judiciário do estado, o suspeito deve passar por uma audiência de custódia nesta quarta-feira (11).
(G1/CE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *