Estudante apontada como pivô de briga com morte em Banabuiú é encontrada morta

Sandiele Ferreira Lima, 20 anos, suspeita de ter sido o motivo de uma
discussão que culminou na morte do namorado dela, Daniel Almeida de
Souza, conhecido como “Danielzinho“, da mesma idade, foi encontrada
morta ainda na noite desta sexta-feira (6) em uma estrada de acesso à
localidade de Ribeira, uma comunidade rural de Banabuiú. Populares
encontraram o corpo dela por volta das 21h30, quando cruzavam a estrada,
e informaram a Polícia.
Horas antes o delegado Renato Magalhães Araújo, à frente da Delegacia da
Polícia Civil em Banabuiú, havia colhido o depoimento de “Sandi”, como a
vítima era conhecida, sobre a morte do namorado. Ela informou que
discutiu com “Danielzinho” e foi a uma seresta, onde encontrou um
ex-namorado. Pouco tempo depois “Danielzinho” chegou lá e, para evitarem
confusão, o casal saiu, mas foram seguidos. Danielzinho brigou com o
homem que os seguiu. “Quando os dois começaram a brigar, fui embora“,
havia declarado.
Sobre “Danielzinho”, o delegado Renato Araújo, à frente das
investigações, informou que a morte dele não foi provocada por cortes de
gargalo de garrafa, como havia sido levantado inicialmente. “Ele foi
assassinado por projétil de arma de fogo, provavelmente por um disparo
de uma arma calibre 12. A Perícia Forense agiu rápido e me enviou o
laudo. No corpo da vítima havia vários fragmentos e esferas“, explicou o
delegado.
Outra morte
Esse foi o terceiro crime de morte registrado em Banabuiú esta semana.
Na madrugada da quarta-feira (4), Dieymison Carlos Lima Moura, também
com 20 anos, foi encontrado morto em um imóvel abandonado localizado no
bairro Alto Alegre, na periferia de Banabuiú. Ele foi alvejado por seis
disparos de armas de fogo, um deles no braço esquerdo, outro na mão o
restante na cabeça, com um último na nuca, demonstrando características
de execução.
Diário Sertão Central

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *