Empresário canadense é encontrado morto, amarrado e amordaçado dentro de sítio no Ceará

Um empresário canadense de 85 anos foi encontrado morto, amarrado e
amordaçado, na tarde desta quarta-feira (11), dentro do sítio de sua
propriedade em Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza. 
A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou, por meio de nota,
que a Delegacia Metropolitana de Eusébio investiga o caso. Um inquérito
policial foi instaurado para apurar as circunstâncias do crime e
identificar o autor. 
De acordo com o titular da Delegacia Metropolitana de Eusébio, Everardo
Lima, o canadense Walter Max Voigtlander foi achado amarrado e
amordaçado. “Ele estava amarrado, deitado de forma ventral, as mãos em
volta de um pilar, os pés também amarrados, com a boca tapada e com
venda nos olhos”, disse. 
Segundo o delegado, pelo fato de o corpo já está em decomposição não foi
possível detectar se ele foi baleado ou agredido antes de ser morto.
“Em razão do prazo da morte, a gente supõe entre quatro, cinco ou seis
dias, até a causa da morte ficou inviável naquele momento de detectar.
Só a perícia com exames cadavéricos vai determinar”.  
A polícia apurou que a vítima morava sozinho no sítio. O canadense
falava muito pouco português e possuía um estabelecimento comercial no
Centro de Eusébio, além de alguns imóveis na região.
“O que a gente detectou é que ele era um estrangeiro de 85 anos de
idade, dupla nacionalidade, no caso, alemã e canadense. Morava só, no
distrito de Olho D’água, há cerca de oito anos. Falava pouquíssimo
português e comunicava-se com poucas pessoas. Era empresário e tem um
empreendimento no Centro do Eusébio e unidade de imóveis”.
(G1/CE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *