Bolsonaro sanciona nova lei do FGTS com saque de R$ 998

 
O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quinta-feira, 12, a medida
provisória (MP) que fixa novas as regras do Fundo de Garantia do Tempo
de Serviço (FGTS). Com a sanção, a medida é convertida em lei. Em julho,
o governo editou a medida provisória criando o saque imediato e o
saque-aniversário (este último só vale a partir de 2020).
A principal mudança trazida pelo texto é o aumento do limite do saque
imediato do FGTS de R$ 500 para R$ 998, valor correspondente ao salário
mínimo.
O novo teto só vale para quem tiver saldo de até R$ 998 na conta
vinculada ao fundo de garantida. Essa quantia pode ser retirada de cada
conta. Porém, para aqueles com saldo superior a R$ 998, o limite de
saque por conta segue sendo de R$ 500.
 
UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *