Ataques a bancos e empresas de valores no Ceará caem 75% em 4 anos

 
 
O número de ataques a instituições financeiras – bancos ou empresas de
valores – no Ceará apresenta uma redução de 75%, em um intervalo de 4
anos. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS)
registrou 52 ocorrências, nos dez primeiros meses de 2015, e apenas 13
crimes, em igual período de 2019.
A diminuição das ocorrências começou em 2017. Na comparação dos dez
primeiros meses de 2018 com igual período de 2019, foi registrado o
maior decréscimo em um intervalo de um ano, 59,4%, ao passar de 32
crimes para 13.
O secretário da Segurança, André Costa, destaca a importância do Sistema
Policial Indicativo de Abordagem (Spia) – ferramenta que monitora
veículos através de câmeras espalhadas pelo Estado e consegue ler as
placas veiculares – para a redução do índice nos últimos anos.
“O combate a roubos contra bancos está muito ligado à política que a
gente adotou desde 2017 de combate à mobilidade do crime. Sempre, nessas
ocorrências de roubo a banco, são utilizados veículos para chegada e
fuga. Hoje, a gente consegue exercer um forte controle sobre veículos
utilizados por criminosos e isso tem facilitado bastante”, afirma.
André Costa acrescenta, como outro fator, a troca de informações entre
as polícias dos estados do Nordeste, o que foi impulsionado com o Centro
Integrado de Inteligência de Segurança Pública do Nordeste, sediado em
Fortaleza.
 
O POVO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *