Tiririca é investigado pelo Ministério Público Federal

O deputado federal Tiririca (PL) está sendo investigado pelo Ministério
Público Federal (MPF), que instaurou um inquérito civil no dia 18 de
novembro. O órgão apura a denúncia de uso irregular de verba de gabinete
para realização de viagens particulares. 
Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, foi eleito por São Paulo
com quase meio milhão de votos. Ele está em seu terceiro mandato em
Brasília.
A Câmara estabelece que a cota parlamentar destinada para viagens deve
estar relacionada com o exercício do mandato ou com deslocamento para
sua base eleitoral. Segundo a Revista Veja, o humorista usou parte da
verba pública de seu gabinete para emitir passagens aéreas para o Ceará,
seu estado natal.
O MPF investiga se os gastos do deputado e seus assessores com viagens
estão relacionados à agenda parlamentar ou benefício pessoal.
Em outubro, o Congresso em Foco divulgou que o parlamentar gastou R$ 70
mil da Câmara em voos para o Ceará neste ano. No mesmo período, ele voou
uma única vez para São Paulo. 
A equipe de Tiririca informou à Revista Veja que todas as passagens
aéreas são compradas de acordo com o regimento da Câmara. O salário
líquido do deputado é de aproximadamente R$ 25 mil. Ele também recebe R$
4.253 de auxílio moradia, além de benefícios de transporte e
alimentício. 
(Leia Já)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *