São Benedito: Morte de empresário em assalto é investigada; namorada relata ‘represálias’

A morte de Pedro Raimundo Azevedo, 73, empresário conhecido como um
dos mais ricos do município de São Benedito, na Região da Serra da
Ibiapaba, no Interior do Ceará, está sendo investigada pela Polícia
Civil. A principal linha de investigação é a de latrocínio (roubo
seguido de morte). 
Pedro e sua namorada, Samile Cardoso, foram agredidos por um grupo de
assaltantes que invadiu a residência do casal, no bairro Monsenhor
Otacílio. Os dois dormiam quando os criminosos invadiram o local. A
vítima não resistiu as ferimentos e morreu ao dar entrada na unidade
hospitalar da cidade. 
Os bandidos fugiram levando joias e o carro do
empresário.
De acordo com Samile Cardoso, os suspeitos entraram pela janela e “já
chegaram ao quarto apontando uma arma” na direção deles. “Eles entraram
quebrando a janela e com a arma na mão, eu vi logo e levantei mas ele
[Pedro] não levantou, acho que ele ficou em choque. Eles disseram que
não iam fazer nada com a gente”, relembra. 
O assalto teria durado cerca de duas horas.
Investigação 
Ainda não há confirmação da causa da morte do empresário. Samile e
sua família relataram ao Sistema Verdes Mares que estão sofrendo
represálias da população e nas redes sociais. A namorada de Pedro é
apontada como suspeita de estar envolvida no assalto. 

Esta versão porém, é infudada, de acordo com a Polícia Civil. As
investigações estão sendo conduzidas pelo inspetor chefe Fernando Chaves
da Delegacia Municipal de São Benedito. As Polícias Civil e Militar
realizam diligências para capturar os suspeitos, que até a publicação
desta matéria seguiam foragidos e apurar as causas da morte do
empresário. 

(Diário do Nordeste)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *