Nota de esclarecimento da Diocese de Sobral

 
A DIOCESE DE SOBRAL, neste ato representada por seu Bispo Diocesano,
Exmo. Revmo. Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, vem, por meio da presente,
esclarecer fatos relacionados ao pedido de revogação do Decreto nº
33.2814, publicado no dia 23 de setembro de 2019, que trata da
Desapropriação do Campus Betânia da Universidade Vale do Acaraú – UVA.

A Diocese de Sobral é responsável pela criação, no município de Sobral,
de inúmeras instituições, dentre as quais podemos destacar os Colégios
Sobralense, Sant’Ana e Patronato Imaculada Conceição, a Escola
profissional São José, o Museu Diocesano, o Abrigo Sagrado Coração de
Jesus, o Orfanato Coração de Jesus, a Casa de Saúde São José, a Santa
Casa de Misericórdia de Sobral e o Seminário Teológico-filosófico, que
foi o embrião da Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA.
A
Diocese de Sobral possui um papel fundamental na educação do estado do
Ceará, sendo a responsável pela criação do primeiro curso de Filosofia
no Norte do Estado do Ceará, além da criação das bibliotecas do
Seminário Teológico-filosófico.

Em 1968, por iniciativa do Cônego
Francisco Sadoc de Araújo e, por meio da Lei Municipal nº 214 de
23/10/1968, sancionada pelo Prefeito de Sobral, Jerônimo de Medeiros
Prado, é criada a Universidade Vale do Acaraú. Seu nome deve-se ao rio
que corta a cidade, o Rio Acaraú.

Durante o período de dez anos, a
Diocese de Sobral, legítima proprietária do imóvel onde se encontra
abrigado o campus Betânia da Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA,
cedeu, a título gratuito, a utilização do mesmo pelo Estado do Ceará, o
que permitiu a consecução do sonho do Exmo. Revmo. Dom José Tupinambá
da Frota de desenvolver o ensino superior no interior do estado do
Ceará.
Portanto, podemos verificar que a instituição católica sempre atuou de forma a valorizar a sociedade e a educação.

O pedido de revogação do Decreto se deu em virtude da posição contrária
dos representantes da Diocese de Sobral à desapropriação do Campus da
Betânia, que é um monumento histórico, religioso e cultural. Inexistindo
intenção de vender o referido imóvel.

É importante esclarecer que o
valor referente ao aluguel é utilizado para evangelização e para os
projetos de ação social, que visam o bem e o desenvolvimento da
sociedade.
A Diocese de Sobral continuamente atuou primando pelo
desenvolvimento social e bem comum, o que trouxe crescimento para Sobral
e região.

Assim, em todo o histórico, podemos averiguar o incentivo a educação em nível médio e superior.
Reafirmamos o nosso compromisso em prezar pelos cristãos, pela
sociedade e pela educação, mantendo a Universidade Vale do Acaraú – UVA
no referido imóvel pelo período que o estado desejar. 
Respeitosamente,
Exmo. Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos
Bispo Diocesano
Diocese de Sobral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *