Sarto abre curso de formação de agentes públicos em atenção às famílias vítimas de homicídios

 
 
Nesta sexta-feira, o presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto
(PDT), abriu o curso de formação para agentes públicos da saúde e
assistência social de Fortaleza, com práticas de atenção às famílias
vítimas de homicídios. Com ele, o deputado Renato Roseno.
A iniciativa é do Comitê Cearense de Prevenção de Homicídios na
Adolescência (CCPHA), vinculado à Assembleia, e deverá beneficiar 1.000
servidores que atuam nas áreas de saúde e assistência social no
município de Fortaleza.
“A ideia é facilitar, preparar, diagnosticar e evoluir nesse trabalho
que tem sido feito pelo Comitê, em parceira com as Secretarias de
Direitos Humanos e de Saúde de Fortaleza. Esses são os profissionais de
ponta dos territórios com maior índice de violência. São técnicos das
unidades básicas de saúde e socioassistenciais. O comitê quer, com essa
formação, permitir a sensibilização e compreensão para prevenção e
atendimento às vítimas de violência”, expõs o deputado.
Prevenção
A formação tem por objetivo engajar profissionais pela prevenção de
assassinatos praticados contra a adolescência. “O comitê é um trabalho
liderado pelo deputado Renato Roseno, que há algum tempo vem
desempenhando, em parceria com universidades e outras instituições, um
trabalho reconhecido internacionalmente”, observa o presidente Sarto.
Além de fornecer um guia de orientações para os participantes, como
estratégia de prevenção terciária aos homicídios, o curso vai pôr em
prática a recomendação do relatório “Cada Vida Importa”, de 2016, feito a
partir de pesquisa do CCPHA. Serão 20 horas/aula, sendo 16 presenciais,
divididas em 20 turmas que serão capacitadas até o próximo dia 9 de
setembro.
Blog do Eliomar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *