Novos ataques criminosos deixam órgãos de segurança pública em alerta no Ceará

Segurança Pública e os órgãos de Justiça estão em alerta no estado do
Ceará. Nos últimos 20 dias, veículos que estavam em três delegacias
foram incendiados em Fortaleza. As ações criminosas acendem o sinal de
alerta seis meses após a onde de ataques que assolou o estado.
Investigações da Polícia Civil e do Ministério Público do Ceará (MPCE),
através do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações
Criminosas (Gaeco), indicam a suspeita de que as organizações Comando
Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE) estejam por trás dos
atentados, como ocorreu em janeiro deste ano.
Apesar da linha de investigação e do alerta ligado, a Secretaria da
Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou, em nota, que “as
investigações desenvolvidas até o momento apontam para ações isoladas
relacionadas ao vandalismo, não tendo ligação com organizações
criminosas”.
Ataques recentes
Os últimas dias registraram o retorno dos ataques ao Ceará. A começar
pela sexta-feira (19), quando três carros que estavam apreendidos no 12°
DP (Conjunto Ceará) foram incendiados.
Oito automóveis também foram incendiados ao lado do 27º DP (João XXIII),
na noite do último domingo (21). A SSPDS afirmou que os dois inquéritos
policiais foram instaurados, mas ainda não podem ser divulgados devido
ao processo de investigação.
Ceará Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *