Mulher de prefeito recepcionava pacientes em consultório onde abusos ocorreram, contam vítimas

 
 
No consultório anexo à residência do prefeito Hilson de Paiva, onde o
médico atendia as pacientes de Uruburetama que o acusam de abusos
sexuais, a esposa Maria das Graças de Paiva sempre estava por perto. “A
recepcionista era a mulher dele”, conta uma vítima do médico que foi
abusada e filmada durante consulta de rotina há nove anos. 
 
A paciente
relata que ele passou pela esposa e trancou a porta. “Eu falei assim:
‘por que você trancou a porta?’. Aí ele disse: ‘pra não ficar um entra e
sai”, relata a vítima. Nesse dia, o médico gravou a mulher, que está de
costas na maca, enquanto com as mãos e com o corpo realiza abusos
contra ela.
Nos vários depoimentos ouvidos pela reportagem, a presença de Maria das Graças é uma constante.
Outra paciente confirma que, mesmo adolescente, ficava sozinha no
consultório. “A minha mãe ficava do lado de fora, com a esposa dele”. E,
nos exames, ele se aproveitava da paciente.
 
 
O POVO
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *