Em visita ao Ceará, Toffoli destaca empréstimo que beneficiará o TJCE

 
 
Em visita ao Ceará, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF),
ministro Dias Toffoli, destacou a operação de crédito que deverá
subsidiar o Programa de Modernização do Judiciário Cearense (Promojus).
São US$ 28 milhões emprestados ao Governo do Estado pelo Banco
Interamericano de Desenvolvimento (BID). A modalidade inédita de
investimento, segundo o ministro, é “uma forma bastante inteligente” em
meio às dificuldades financeiras dos estados da Federação.
“Ter recursos dessa forma para aprimorar as ações como essa que está
sendo feita com o programa de celeridade, para diminuir o estoque de
processos que há aqui especificamente na Justiça do Ceará, é muito
importante. Isso mostra a união e harmonia entre poderes”, afirmou
Toffoli. De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), o
empréstimo “deverá proporcionar um novo momento em relação à celeridade
dos processos e à qualidade da prestação de serviços ao jurisdicionado
cearense”.
O aporte financeiro ao Judiciário cearense foi um dos assuntos
discutidos em coletiva de imprensa concedida pelo presidente do STF,
tendo em vista que o Estado, de acordo com o Conselho Nacional de
Justiça (CNJ), tem o Poder Judiciário de menor despesa se comparado às
demais Cortes no País. O custo de R$ 125 por 100 mil habitantes fica
abaixo da média nacional de R$ 288.
“O TJCE é o mais barato em todo o País. Os custos do Ceará estão bem
abaixo da média dos custos do Judiciário nacional e a colcha de trabalho
é muito pequena. O presidente (desembargador Washington Araújo) tem
feito núcleos de apoio naqueles locais de maior número de processos e
tem tido um avanço muito grande no julgamento”, disse Dias Toffoli.
 
 
O POVO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *