Câmara aprova afastamento de prefeito de Uruburetama do cargo após denúncias de crime sexual

 

 
 
A Câmara Municipal de Uruburetama decidiu, na noite desta segunda-feira
(15), afastar por 90 dias o prefeito José Hilson de Paiva do cargo após
denúncias de abuso sexual. A decisão foi por unanimidade entre os nove
vereadores presentes.
 
 
Dois suplentes precisaram ser convocados pelo parlamento para votar — já
que dois vereadores se consideraram suspeitos no caso em razão de
parentescos com o prefeito e o vice.
 
 
Cristiane Cordeiro Costa, filha do prefeito, e Alexandre Wagner
Albuquerque Nery, filho do vice-prefeito, deram lugar aos substitutos
Robério Costa e Wilson Barroso.   
 
 
Artur Wagner Vasconcelos Nery, o vice-prefeito, é quem deve assumir o
posto enquanto houver o afastamento. Nery foi denunciado em junho deste
ano pelo Ministério Público do Estado do Ceará pelo crime de extorsão,
praticado contra o prefeito agora afastado. 
 
 
De acordo com o MP, o vice participaria de um grupo que teria exigido
que o chefe do Executivo assinasse uma carta de renúncia ao cargo, sob
pena de divulgar vídeos e fotografias de uma relação sexual
extraconjugal com uma funcionária da Prefeitura.
 
 
O POVO
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *