Cachorro é queimado e morto em distrito de Sobral

Um cachorro foi morto na manhã da
última segunda-feira (15), no distrito de Jordão, em Sobral. Segundo os
moradores, o cão “Totó”, que seria o animal de estimação de um casal de idosos,
foi atingido com tiros de arma de fogo e posteriormente, queimado.
Os residentes da comunidade sítio
Croatá, onde aconteceu o crime, relatam que um homem teria armado uma emboscada
próximo a casa dos donos de “Totó” e capturado o animal.
A Polícia Civil de Sobral
informou que não possui uma denúncia formal para dar início às investigações do
caso. Populares contam que os donos não realizaram a denúncia por medo de
sofrer represália por parte do criminoso.
A assessoria da Agência Municipal
do Meio Ambiente (AMA), órgão da prefeitura de Sobral responsável pela
“Política de Bem Estar Animal”, disse que tomou conhecimento do caso e busca
mais informações.
A organização não governamental
de Sobral, “Anjos de Patas”, confirma o crime e informa que está coletando mais
informações para apresentar a denúncia junto aos órgãos competentes.
De acordo com a Comissão de
Defesa dos Direitos dos Animais (CDDA) da OAB-CE, o crime incorre no Art. 32,
da Lei Ambiental, n° 9.605 de 1998. A pena para o ato é a detenção do infrator,
que pode variar de três meses a 1 ano, podendo ser acrescentado o período de um
sexto a um terço da pena.

Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *