Corpo de Bombeiros localiza 4º corpo de vítimas de afogamento em rio no Ceará

 
 
O Corpo de Bombeiros localizou nesta segunda-feira (29) o corpo de mais
um homem que estava desaparecido após se afogar no Rio Maranguapinho, em
Fortaleza. Essa é foi quarta morte registrada em áreas do rio neste
mês, e os bombeiros ainda procuram uma criança de 5 anos que está
desaparecida após sumir no local há três dias.
O corpo do pintor Francisco Leandro das Chagas, 27, foi encontrado na
área que corta a Avenida Mister Hull, no caminho de Caucaia, Região
Metropolitana de Fortaleza. A vítima estava desaparecido desde o último
sábado (27).
Segundo testemunhas, Francisco Leandro desapareceu após pular no rio
Siqueira, no Bairro João XXXIII, na capital. De acordo com o Corpo de
Bombeiros, o rapaz foi encontrado a 4km do lugar do desaparecimento por
conta da correnteza do rio, que estava muito forte nos últimos dias.
Além de Francisco Leandro, outros três corpos já foram localizados pelos
bombeiros em trechos do Rio Maranguapinho, Rio Ceará e Rio Siqueira
neste mês.
Segundo o major Landim, comandante da Primeira Sessão de Busca e
Salvamento, foram encontrados dois corpos no Rio Ceará e dois no Rio
Maranguapinho. A criança de 5 anos que caiu no Rio Maranguapinho segue
desaparecida.

O POVO

Facção usou “namorado virtual” para seduzir e matar adolescente de 16 anos; suspeito é preso

A investigação da Polícia Civil concluiu que Tháfilla Maria de Sousa,
16 anos, foi atraída por um homem que fingiu ser um “namorado virtual”.
Ela foi assassinada em novembro de 2018, após ser mantida em cárcere
privado. A motivação eram fotografias nas redes sociais, que a jovem
publicava na companhia de integrantes de facção. As publicações teriam
chamado atenção dos integrantes da facção rival, que planejaram a morte.
Um dos suspeitos foi preso em março e outro nessa segunda-feira, 29.
Tháfila desapareceu no dia 10 de novembro para encontrar o suposto
namorado, que ela acreditava se chamar Jacinto. No entanto, tratava-se
de Emílio Cardoso da Cunha Capistrano, de 22 anos, que possui
antecedentes criminais por homicídio e roubo. A vítima permaneceu 24
horas sendo mantida em cárcere até ser morta. Ele foi preso em março.
Ela morava no Ancuri e foi atraída para o Jangurussu.
Já nessa segunda-feira, 29, foi preso Adriano Andrade da Silva, de 24
anos. Ele é um dos executores e possui antecedentes criminais por
tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e homicídio. A
investigação foi da delegada Arlete Silveira, titular da 12ª delegacia
do DHPP.
Conforme a Polícia Civil, as investigações descobriram ainda que os
criminosos conversaram com familiares da jovem enquanto ela estava
desaparecida. Um deles chegou a dizer para um parente da vítima,via
mensagem de uma rede social, que a procurassem na sede da Perícia
Forense do Estado do Ceará (Pefoce), pois lá era onde eles a
encontrariam.
A delegada Arlete Silveira demonstrou preocupação com os riscos de
relacionamentos por meio de redes sociais e aconselhou que as jovens não
acreditem em desconhecidos. Ela lembrou que não é possível saber quem
está do outro lado e quais são as verdadeiras intenções.
(O Povo)

Casos de dengue crescem 339% no Brasil em 2019; quase mil cidades têm risco de surto

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (30) novos dados sobre
dengue, zika e chikungunya. Até o dia 13 de abril de 2019, foram
451.685 casos prováveis da doença registrados, um aumento de 339% dos
casos de dengue registrados. 
Ainda segundo o novo boletim do ministério, 994 municípios apresentam
alto índice de infestação, com risco de surto para dengue, zika e
chikungunya. 
Rodrigo Said, Coordenador Geral dos Programas Nacionais de Controle e
Prevenção da Malária e das Doenças Transmitidas pelo Aedes, informou
durante coletiva de imprensa que a maioria dos casos está na região
sudeste, principalmente em São Paulo e Minas. 
“O ano de 2019 tem sido caracterizado pelo aumento de casos. O cenário
geral para dengue são de 451.685 casos prováveis da doença. Sendo 65%
dos casos registrados na região sudeste, principalmente pelo nas regiões
de São Paulo e Minas Gerais”, disse em entrevista coletiva. Segundo
ele, os casos prováveis são os que foram notificados e levam em conta os
casos já descartados.

Epidemia localizada

Oito unidades federativas tem incidência superior de 300 casos por 100
mil habitantes, número preocupante. Tocantins tem o maior número de
incidência de casos de dengue. Seguido de Mato Grosso do Sul, Goiás,
Minas Gerais, Acre, Espírito Santo, São Paulo, Distrito Federal. O
Paraná tem incidência acima de 100 casos por 100 mil habitantes. 
Questionado se estes estados e o DF vivem epidemias da doença, Said
alerta que os números indicam epidemia, mas pede cautela: “Quando a
gente olha para estes estados, sabemos que alguns são muito grandes
então nem toda área terá epidemia. O dado do estado é muito agregado”,
alerta Said. 
O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson
Kleber, disse que o país não vive uma epidemia generalizada da doença:
“Mesmo com aumento no número de casos da doença, a taxa de incidência de
2019 está dentro do esperado para o período. Sendo assim, até o
momento, o país não está em situação de epidemia, embora possa haver
epidemias localizadas em alguns municípios e estados”, disse. 
Segundo Said, o aumento do número de casos de dengue mesmo fora do
verão, época de proliferação do mosquito aedes aegypti, se deve a alguns
fatores: “Nos últimos dois anos o país passou por períodos fora da sua
sazonalidade, com redução de casos, e, desde o ano passado, as condições
ambientais foram propícias para a proliferação dos mosquitos com
aumento de temperatura e mais chuvas”.  
(G1)

Polícia captura homem suspeito de matar ‘milionário da Mega-Sena’ morto a tiros em Campos Sales

Foi preso o homem apontado como autor do crime que vitimou o empresário Miguel Ferreira de Oliveira, conhecido como “milionário da Mega-Sena”, assassinado a tiros em Campos Sales em
fevereiro do ano passado. Antônio Pedro dos Santos, conhecido como
“Pedão”, de 29 anos, estava foragido e foi capturado ao retornar a
Campos Sales, onde estava escondido na casa da mãe, nesta segunda-feira
(29).
Segundo o delegado de Campos Sales, Bruno Fonseca,
Pedão não tinha antecedentes criminais e é apontado como o executor do
crime. Ao perceber a presença dos policiais na residência onde estava
escondido, ele tentou fugir, mas foi capturado. A polícia ainda
investiga indícios sobre um mandante do crime.
“Em março de 2018 foi representada por mim essa prisão temporária, e
deferida. E até então não tínhamos conseguido cumprir esse mandado
porque ele estava em Bacabal (Maranhão). Nós entramos
em contato com a polícia civil do Maranhão, mas não tivemos o retorno. E
agora começamos a receber informações de que ele tinha retornado”,
disse o delegado.
O mandado de prisão temporária contra o suspeito tem prazo inicial de
30 dias. Segundo o delegado, por se tratar de crime hediondo.
“Houve uma série de conexões levando ao suspeito como sendo o autor.
Ele foi o executor, o que a gente chama de autor imediato”, acrescentou.
Bruno Fonseca afirma, ainda, que há indícios de que exista um mandante do assassinato. As investigações do caso continuam.
Ganhador da Mega-Sena
O empresário milionário estava em um bar na cidade de Campos Sales quando um homem se aproximou dele e disparou vários tiros, na madrugada do dia 4 de fevereiro de 2018.
A vítima foi atingida por três tiros, conforme a Polícia Civil. Miguel
Ferreira de Oliveira era ganhador de um prêmio de R$ 39 milhões na
Mega-Sena, em um sorteio realizado no ano de 2011. 
(Diário do Nordeste)

Venezuela: blindado atropela manifestantes em Caracas

Um veículo blindado atropelou um grupo de opositores que estavam se
manifestando em Caracas nesta terça-feira contra o presidente Nicolás
Maduro, de acordo com imagens transmitidas pela mídia local e
estrangeira. 
O blindado avançou contra várias pessoas que protestavam em frente a
La Carlota, a base aérea onde o chefe do parlamento, Juan Guaidó,
anunciou a revolta militar mais cedo. 
Militar ferido
Um militar leal ao governo de Nicolás Maduro foi ferido a bala
durante a insurreição de militares em apoio ao líder da oposição Juan
Guaidó, informou o ministro da Defesa, o general Vladimir Padrino.

 (Diário do Nordeste)

Gerente de fábrica em Canindé tem prisão decretada por estupro e assédio sexual a funcionárias; 14 vítimas

A Justiça de Canindé decretou a prisão temporária de Flávio Roberto Sousa Alves, conhecido como “Peixoto“, por crimes de estupro, assédio sexual e assédio moral. Ele é gerente e uma fábrica de calçados
nesta cidade situada a 100 Km  da capital cearense. O pedido partiu da
Polícia Civil em um inquérito um inquérito instaurado pelo delegado
regional Daniel Aragão Mota, para investigar casos na indústria. Até
esta fase da investigação são 14 vítimas, funcionárias e pretendentes a um emprego.
Nesta segunda-feira (29) uma equipe da Polícia Civil seguiu até a
fábrica, para dar cumprimento ao mandado de prisão do gerente. Ele
conseguiu fugir numa motocicleta ao ver pelo sistema de
videomonitoramento a viatura da polícia chegando. Agora é considerado
foragido da Justiça, apesar de as investigações estarem na fase inicial.
A prisão dele foi solicitada em razão de algumas das vítimas terem reclamado que estavam sendo ameaçadas.
Em entrevista divulgada em uma emissora de rádio da cidade após a
fuga do gerente o delegado informou que o advogado de “Peixoto” pretende
apresenta-lo. Com a prisão o número de vítimas deve subir.
Há relatos de que algumas estavam sendo perseguidas por ele. O gerente
estaria fazendo também gravações fraudulentas para incriminar outras
pessoas.
O delegado Daniel Mota esclareceu que a investigação se tornou pública porque o assunto foi comentado na Câmara Municipal.
Os trabalhos policiais estavam mantidos sob sigilo para as vítimas não
serem expostas. Os assédios começavam nos treinamentos e nas promoções.
As funcionárias continuariam trabalhando apenas se favorecessem
sexualmente o gerente.
(Diário do Nordeste)

Pastor é preso por abusar de mulher durante ‘cura espiritual’

Um pastor evangélico de 44 anos foi preso em Uberlândia, no
Triângulo Mineiro, sob a acusação de abusar de fiéis durante trabalho
“espiritual”. Pelo menos quatro mulheres teriam sido vítimas do suspeito
que, entre outras coisas, teria acariciado as partes íntimas de uma das
vítimas para “expulsar demônios”.
A prisão foi anunciada em
entrevista na tarde desta segunda-feira, 29, pela delegada Ana Cristina
Marques Bernardes. O pastor foi para a cadeia na última sexta, 26, após
ter a prisão decretada pela Justiça.
A delegada contou que ele
falava em cura espiritual e quebra de maldição para tentar convencer as
mulheres. “Ele aproveitava o momento de fragilidade das vítimas, que
enfrentavam problemas pessoais”, explicou.
O caso que o levou à
prisão ocorreu em dezembro do ano passado e envolveu uma frequentadora
da Igreja Ministério Comunidade da Família, fundada por ele em espaço
anexo à sua casa, no Bairro Lídice.
A mulher de 32 anos diz que o
homem a convenceu certa vez a se despir para ser ungida com um óleo,
ocasião em que tocou suas partes íntimas. 
Depois disso ele teria
voltado a procurá-la outras vezes, mas ela foi aconselhada por amigas a
registrar a queixa. Ela gravou algumas conversas que foram entregues à
polícia. 
Irregular
O pastor responderá pelo crime de
violação sexual, que pode render até 6 anos de reclusão. Apesar de ele
contar com ajudantes e até realizar casamentos e batismos no local, a
igreja estaria funcionando ilegalmente.
O processo do abuso corre
em segredo de Justiça e a defesa do acusado informou que não se
manifestará agora porque ainda está se inteirando sobre os autos.

 

 
OUL

Mutirão de combate às arboviroses é realizado no bairro Pereiros

A Prefeitura Municipal de Ipu, através da Secretaria Municipal de Saúde realizou na manhã desta terça-feira (30/04) um mutirão de combate às arboviroses nas Casas Populares do bairro Pereiros.
O mutirão foi realizado com a participação da coordenadora da mobilização social, mobilizadores, coordenadora e supervisor das endemias, agentes de endemias, agentes de saúde e o pastor Cardoso com o projeto RESOBEM (reciclagem), enfermeira da UBS dos Pereiros e a escola  monsenhor Moraes. 
Uma grande quantidade de material reciclado, foi recolhido do local. Os profissionais de saúde chegaram a encontrar lavas do mosquito Aedes Aegypti em uma tampa jogada na rua.

Adolescente morre eletrocutado enquanto tomava banho de piscina

Um adolescente de 17 anos morreu na noite da última segunda-feira
(29) vítima de choque elétrico enquanto tomava banho de piscina no Sítio
Santa Maria, na zona rural que fica entre Toritama  e Caruaru, no
Agreste do estado. De acordo com a Polícia, Paulo Henrique da Silva
estava com amigos na piscina quando decidiu desligar a bomba de água.
Ele estava molhado no momento do manuseio do equipamento e,
consequentemente, recebeu uma descarga elétrica.
A mãe de Paulo
Henrique da Silva ainda tentou socorrer o garoto, porém ela acabou
recebendo outra descarga elétrica ao tocar no corpo energizado do filho.
A mãe e o filho foram socorridos para o Hospital Nossa Senhora de
Fátima, porém Paulo já chegou morto ao local. Ele teve uma parada
cardio-respiratória.
O corpo de Paulo Henrique da Silva foi
encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru. Não há
informações de onde irá acontecer o velório e o enterro do adolescente. 
(Diário de Pernambuco)

PF desarticula grupo que fraudava licitações públicas na Paraíba

A terceira fase da Operação Recidiva foi deflagrada hoje (30) pela
Polícia Federal (PF), com o objetivo de desarticular uma organização
criminosa responsável por fraudar licitações em diversos municípios da
Paraíba. As ações policiais contam também com a participação de
auditores da Controladoria-Geral da União (CGU) e de procuradores do
Ministério Público Federal.
Por determinação judicial, expedida pela 14ª Vara Federal da Subseção
Judiciária de Patos, os investigadores tiveram acesso a dados
bancários, fiscais e telefônicos dos suspeitos, que comprovaram o
envolvimento de empresa de fachada na execução de obras públicas, com
valores de mais de R$ 5 milhões.
Os policiais federais cumprem desde as primeiras horas da manhã desta
terça-feira 12 mandados de busca e apreensão nas prefeituras dos
municípios de Bayeux, Emas, Mogeiro e Patos; em sete endereços dos
investigados; na sede de uma construtora em Mogeiro; e em uma casa
lotérica no município de Salgado de São Félix.
As ações policiais contam também com a participação de auditores da
Controladoria-Geral da União (CGU) e de procuradores do Ministério
Público Federal. Segundo a PF, os investigados devem responder por
fraude licitatória, corrupção, lavagem de dinheiro, organização
criminosa, entre outros crimes.
“O nome da Recidiva, significa reaparecimento, recaída, reincidência,
fazendo alusão à prática reiterada do cometimento dos mesmos crimes e
do mesmo modus operandi pelos investigados, que já foram objeto de ações semelhantes”.

(Agência Brasil)