Traficantes e usuários de drogas, ouvidos na DPC, apontam mulher como chefe do tráfico, em Ipu

Traficantes e usuários de drogas ouvidos na Delegacia de Polícia Civil
de Ipu, ao longo das operações que culminaram em prisões, e o
esfacelamento do comércio de drogas ilícitas em nossa cidade, apontam
mulher como chefe do tráfico, em Ipu.

A senhora Joana D’ark Pereira Torres, se apresentou espontaneamente, na
manhã desta quinta-feira (28/02), junto com seu advogado, para dá
cumprimento ao mandado de prisão temporária, a mesma foi ouvida pelo
delegado Dr. Rômulo Melo.

Em decorrência dos filhos menores e problemas de saúde, a mesma ficará
em prisão domiciliar, na casa onde seus pais residem, ficando no aguardo
da chegada das tornozeleiras eletrônicas.

Joana D’ark Pereira Torres, cunhada do falecido Roque, e irmã de Fábio Torres; preso recentemente por tráfico de drogas, é apontada por
usuários e traficantes de drogas, ouvidos em sede policial, ser a chefe
do tráfico na cidade de Ipu/CE, região Noroeste do estado.

Além da prisão, foi autorizado judicialmente, busca e apreensão em
imóveis suspeitos, bem como o bloqueio de valores financeiros em uma de
suas contas, sequestro de bens; 02 (dois) imóveis localizados no
distrito de Flores, Sertão do Ipu, e quebra do sigilo bancário.

(Repórter Francisco José)

Líder de grupo suspeito de assaltos a comércios e veículos na região de Palmácia é preso

O líder de um grupo suspeito de realizar assaltos a comércios e veículos na região de Palmácia foi preso na madrugada desta quinta-feira (28), em Baturité. A polícia investiga envolvimento do suspeito com facção criminosa na região de Redenção
Francisco Carlos Lima Duarte, 20 anos, conhecido como “Bidui”,
assaltou um comércio em Palmácia e roubou uma moto, encontrada depois
pela polícia na região, em novembro de 2018, segundo o delegado de
Baturité Joel Moraes.
Os policiais chegaram ao suspeito com ajuda de imagens do circuito
interno do comércio. Uma adolescente de 15 anos e uma terceira pessoa,
já identificada, também participaram da ação. O rapaz foi detido em casa
e confessou a autoria do crime.
Ele vai responder por roubo duplamente qualificado e corrupção de
menores. Os primeiros procedimentos da prisão foram realizados
(Diário do Nordeste)

Homem é preso ao receber encomenda contendo mil comprimidos de ecstasy enviados via Sedex

Um homem foi preso por tráfico de drogas no momento em que recebia uma
encomenda contendo mil comprimidos de ecstasy, na manhã desta
quinta-feira (28), em Fortaleza, no Ceará. 
Segundo a Polícia Federal (PF), a droga foi enviada de Curitiba, no
Paraná, para a capital cearense pelos Correios, via Sedex, para a
residência do homem, de 25 anos, que não teve a identidade divulgada. 
No momento da entrega foi constatado que no conteúdo da embalagem havia
mil comprimidos envoltos em sacos plásticos. O receptor da droga foi
preso em flagrante e encaminhado à sede da Superintendência Regional da
Polícia Federal no Ceará e responderá por tráfico interestadual de
drogas. 
(G1/CE)

Ceará tem previsão de chuvas dentro da média até o fim da quadra chuvosa

O prognóstico para as chuvas no Ceará até o fim da
atual quadra indica perspectiva maior de precipitações dentro da média
histórica. O prognóstico foi divulgado pela Fundação Cearense de
Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) na tarde desta quinta-feira,
28.
As chances de a chuva ficaram em torno da normal
climatológica são de 40%. Chuvas dabaixo da média têm 35% de chances de
ocorrer. Acima da normal climatológica têm 25% de possibilidade.
O novo prognóstico abrange os meses de março, abril e
maio. A tendência é a mesma apontada para o período de fevereiro, março e
abril, que também tinha 40% de possibilidade de as chuvas ficarem dentro da média histórica. A quadra chuvosa no Ceará vai de fevereiro a maio.
Para os meses de março a maio, a média histórica é de 482 milímetros de chuva. Os parâmetros para cada classificação são:
Abaixo da média: 0 a 398mm
Em torno da média: 398 a 566.1mm
Acima da média: acima de 566.1mm
(O Povo)

Prefeitura divulga programação do carnaval em Ipu

A Prefeitura de Ipu divulgou a programação oficial do carnaval “Ipu Folia 2019”. A abertura
da folia será nesta sexta-feira (02) a partir das 12h no Bica a Parque e a noite com o Bloco da Mala.

Programação

📌 02/03 sábado

12h – Banda de Marchinhas na Bica do Ipu
18h – Concentração do Bloco da Mala no Bar o Buriti
20h – Saída do Bloco da Mala com o Paredão Posto Pessoa até a praça da estação
21h – Paredão Posto Pessoa na praça da Estação
23h – Taty Girl
01h – DJ Messon
02h – Nenem Cat

📌 03/03 domingo

10h – Torneio da Maizena no escondido
12h – Banda de Marchinhas na Bica do Ipu
16h – Bloco do Avesso próximo à Câmara Municipal
17h – Carnaval das Crianças na Praça de Iracema
18:30 – Maracatu Flor do Sertão, saindo da Casa de Cultura
21h – Paredão Posto Pessoa na praça da Estação
23h – Chicabana
01h – DJ Messon
02h – Daniel Dubai

📌 04/03 Segunda-feira.

12h – Banda de Marchinhas na Bica do Ipu
21h – Paredão Posto Pessoa na praça da Estação
23h – Banda Afoxé
01h – DJ Messon
02h – Igo Negão

📌 05/03 Terça-feira

12h – Banda de Marchinhas na Bica do Ipu
17h – Carnaval das crianças na praça de Iracema
21h – Paredão Posto Pessoa na praça da estação
23h – Luís Marcelo e Gabriel
01h – DJ Messon
02h – Janaína Alves

Bolsonaro admite mudar idade mínima para mulheres na reforma da Previdência

O presidente Jair Bolsonaro admitiu, nesta quinta-feira, alterar
pontos da proposta que o Governo enviou, no último dia 20, ao Congresso
Nacional para a reforma da Previdência Social. Entre as alterações
possíveis, está a regra da idade mínima para mulheres. Em café da manhã
com jornalistas, o chefe do Executivo federal sinalizou que a idade
mínima pode ser reduzida, na proposta, de 62 para 60 anos.
A flexibilização da reforma da Previdência para tentar diminuir os
focos de resistência à proposta apresentada na semana passada começou a
ser discutida entre os aliados do Palácio do Planalto. O primeiro recuo
em debate com a oposição trata da aposentadoria do trabalhador rural.
O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, evitou, ontem, comentar
mudanças em pontos da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Nova
Previdência, principalmente o Benefício de Prestação Continuada (BPC)
pago a idosos e a aposentadoria rural. “Calma, está sendo negociado,
acertado”, afirmou.
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, defendeu, nesta
semana, que as mudanças no BPC e na aposentadoria rural sejam retiradas
da pauta da Previdência e avaliadas separadamente. 

Onyx afirmou que Bolsonaro vai participar ativamente na discussão
sobre a reforma da Previdência na sociedade depois do Carnaval. “É muito
importante a presença do presidente nesse debate da Previdência”, disse
o ministro.

 (Diário do Nordeste)

Fernando Haddad é inocentado em ação por corrupção

 
 
Os desembargadores da 12ª Câmara do Tribunal de Justiça do Estado de São
Paulo arquivaram nesta quarta-feira, 27, uma ação penal contra o
ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), por corrupção e lavagem
de dinheiro. Por dois votos a um, os magistrados acolheram habeas corpus
da defesa do petista.
A denúncia do Ministério Público do Estado apontou que o empreiteiro
Ricardo Pessoa, delator da Operação Lava Jato, pagou, com valores de
caixa 2, dívidas de campanha do ex-prefeito com gráficas em troca de
futuros benefícios para sua empresa, a UTC Engenharia.
Segundo o Ministério Público, o petista teria solicitado, entre abril e
maio de 2013, por meio do então tesoureiro do seu partido, João Vaccari
Neto, a quantia de R$ 3 milhões da empreiteira para supostamente quitar
dívidas de campanha com a gráfica de Francisco Carlos de Souza, o
‘Chicão Gordo’, ex-deputado estadual do PT.
A Promotoria sustentou que, entre maio e junho daquele ano, a
empreiteira efetivamente repassou a soma de R$ 2,6 milhões a Haddad.
A ação havia sido aberta em 19 de novembro pelo juiz Leonardo Valente
Barreiros, da 5ª Vara Criminal da Capital, que acolheu parcialmente
denúncia da Promotoria. O magistrado rejeitou parte da acusação que
imputava ao ex-prefeito o crime de quadrilha.
Segundo o voto do relator, desembargador Vico Mañas, a denúncia não
esclarece qual a vantagem pretendida pelo empreiteiro, uma vez que os
interesses da UTC foram contrariados pela gestão municipal, que chegou a
cancelar um contrato já assinado com a empresa para a construção de um
túnel na Avenida Roberto Marinho.
O representante do Ministério Público junto ao Tribunal, Mauricio
Ribeiro Lopes, concordou também com a tese da defesa, destacando que a
acusação falhou na descrição do crime e que não foram trazidos elementos
que justificassem a ação penal.
Para os advogados do ex-prefeito de São Paulo, Pierpaolo Cruz Bottini e
Leandro Racca, “o Tribunal reconheceu as falhas da acusação e a
inexistência de benefícios indevidos para a UTC na gestão Fernando
Haddad. O próprio Ministério Público concordou com a inviabilidade do
processo penal contra o ex-prefeito. A decisão põe um ponto final a uma
injustiça que durava meses”, afirmam os advogados.
(Agência Estado)

PGJ diz que não há tortura nos presídios

 
 
O procurador-geral de Justiça do Ceará, Plácido Rios, garante: nenhuma
denúncia de tortura no sistema prisional do Estado, feita por familiares
de presos e entidades da área dos direitos humanos, foi comprovada.
Ele diz que diariamente chegam várias queixas e relatos para os promotores que verificam as possíveis situações in loco.
“Denúncias têm demais, mas nenhuma foi constatada. Nós não vislumbramos
nada que desbordasse ao cumprimento da Lei de Execuções Penais”.
Para ele, a onda de denúncias é consequência das mudanças que a
Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) vem implantando, o que
causa “revolta dos que comandavam o interior dos presídios e até de
servidores públicos imbuídos de maus propósitos”.
Cita aqui o absurdo de mais de dois mil celulares terem sido apreendidos
nos presídios. Plácido dá um crédito ao secretário Mauro Albuquerque
que, sem alarde, apaziguou o sistema, o que refletiu no fim dos ataques
criminosos no Estado patrocinados por facções criminosas.
Blog do Eliomar

Em três anos, Ceará tem 25 afastamentos de prefeitos e oito cassações

Nos últimos três anos, o Ceará afastou 25 gestores públicos das
administrações municipais. Em oito casos, o Tribunal Regional Eleitoral
cassou os mandatos dos titulares e/ou da chapa majoritária. As
denúncias, que motivaram as decisões judiciais de afastamento, são da
Procuradoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública
(Procap). Em praticamente todos os casos, elas indicam o crime de
improbidade administrativa, que é a utilização irregular do dinheiro
público.
As informações têm como base relatórios do MPCE e do TRE-CE solicitados pelo Núcleo de Dados do Sistema Verdes Mares.
O índice de afastamento foi maior no ano de 2016 – período eleitoral.
Na quase totalidade dos casos, gestores infringem regras estabelecidas
pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e utilizam a máquina pública
em benefício eleitoral próprio na disputa pela reeleição. A contratação
de servidores, por exemplo, é uma das irregularidades mais frequentes
pelo Interior cearense.
São os casos envolvendo os municípios de Mauriti, Paramoti, Parambu,
Santana do Cariri e Cascavel. A aquisição excessiva de funcionários
terceirizados, além de infringir o que rege a LRF, causa transtorno ao
gestor e prejuízo aos profissionais que deixam de receber os pagamentos,
em meio à crise financeira. Foram casos assim que contribuíram no
afastamento dos gestores de Canindé e Missão Velha.
Em muitas situações, o prefeito afastado conseguiu voltar ao cargo
após recorrer judicialmente. Os casos são julgados na primeira instância
e encaminhados para o TRE-CE, mas podem parar ainda no Tribunal
Superior Eleitoral (TSE), caso não haja entendimento local quanto à
denúncia.
Exemplo emblemático é o do ex-prefeito de Baturité, João Bosco Pinto
Saraiva (Pros), que chegou a ser afastado judicialmente do posto três
vezes no mandato passado. A então vice-prefeita do Município, Cristiane
Braga, rompida com o titular, assumia a Prefeitura nessas situações.
O Ministério Público Estadual denunciou, à época, indícios de fraudes
em licitações, apropriação de bens, desvios de verbas públicas e uso
político da administração municipal. A população sentia, na rotina, as
consequências da mudança dos gestores em período curto de tempo, com a
paralisação de diversos serviços públicos.
Em praticamente todas as cassações firmadas pelo Tribunal, gestores
confundiram o cargo público e agiram como se as prefeituras fossem de
propriedade particular. O diagnóstico de abuso de poder econômico foi a
motivação para as cassações dos gestores de Aracoiaba e Tianguá. Em
Tianguá, as contas chegaram a ser rejeitadas. Em Umari, a compra de
votos resultou na mudança de gestor.
Investigações
De acordo com a coordenadora da Procap, a procuradora de Justiça
Vanja Fontenele, o processo de investigação é iniciado por diversas
frentes. “Pode ser por demanda, por observação do portal da
transparência e pode ser também através da mídia”, explica.
A provocação ao Ministério Público pode ser feita por qualquer
cidadão, e de forma anônima. Fontenele lamenta que o número de
afastamentos de gestores tenha ganhado uma curva ascendente nos últimos
anos. Enquanto as técnicas de investigação avançam, o modelo de
corrupção também ganha novos contornos. “Exemplo disso é uma Prefeitura
que criou uma licitação muito genérica às portas da eleição com um
contrato para serviços diversos no valor de R$ 10 milhões”, pontuou.
De acordo com a coordenadora, porém, as licitações não são mais
fatores de irregularidades, mas sim a execução do serviço. “Vou fazer
uma hipótese: tantos quilômetros de estrada estão na licitação para ser
construída, sempre é entregue uma quilometragem menor. A execução do
serviço não é integral. São acordos feitos antes da licitação. A gente
tem que detectar qual é a carta marcada. São sofisticações. Quanto mais
sofisticada é a fiscalização, mais sofisticada é a ilicitude”, afirma.
Além das investigações com caráter punitivo, porém, órgãos como a
Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) e o Tribunal de
Contas do Estado (TCE) promovem ações de esclarecimento e formação de
gestores para o uso do recurso público.
Iniciativas
Nos casos que não têm relação direta com a corrupção, as
irregularidades podem surgir por desconhecimento do uso da máquina
pública. A diretora executiva do Instituto Plácido Castelo (IPC), da
Corte de Contas, Hilária Barreto, explica que “o Tribunal não é apenas
um órgão punitivo, é também orientador e pedagógico para melhor os
gestores exercerem as suas funções”.
O presidente da Aprece, Nilson Diniz, lamenta o alto índice de
irregularidades e pontua que a entidade tem trabalhado para mostrar
outros caminhos de administração pública. “A gente lamenta e tem
procurado trabalhar mostrando o caminho que é possível dentro das
gestões públicas”, diz. Diniz argumenta que um dos maiores problemas nas
administrações é a pouca capacitação dos servidores.

 (Diário do Nordeste)

PRF apreende 9 kg de maconha em bagagem de passageiro que viajava de Juazeiro do Norte para Canindé

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 9,280 quilos de maconha encontrados
dentro da bagagem de um passageiro de um ônibus de viagem, no
quilômetro 280 da BR-020, em Canindé, na noite desta quarta-feira (27). A
ação aconteceu às 21h40min, durante abordagem ao veículo que fazia a
linha de Juazeiro do Norte a Sobral
De acordo com a PRF, no momento da fiscalização, os policiais desconfiaram do nervosismo
de um passageiro de 18 anos, que durante os levantamentos da polícia
informou que já havia sido apreendido por porte de drogas na
adolescência e era usuário de maconha e cocaína.
Os agentes da PRF iniciaram uma busca na bagagem do suspeito, que
estava guardada no bagageiro do ônibus e encontraram a droga distribuída
em 9 tabletes, dentro de uma mochila.
Conforme a PRF, o suspeito informou que a droga havia sido comprada
em Juazeiro do Norte, pelo valor de R$ 10 mil e seria vendida em
Canindé. O suspeito e o material foram encaminhados para a Delegacia de
Polícia Civil em Canindé. 

(Diário do Nordeste)