Bandeira tarifária em janeiro será verde, sem cobrança de tarifa extra

 
 
A bandeira tarifária para janeiro de 2019 será verde, sem custo
adicional para os consumidores. Segundo a Agência Nacional de Energia
Elétrica (Aneel), a estação chuvosa está propiciando elevação da
produção de energia pelas usinas hidrelétricas e do nível dos
reservatórios.
Em dezembro, a bandeira tarifária também foi verde. 
 
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para sinalizar aos
consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de
cada bandeira, nas cores verde (sem cobrança extra), amarela e vermelha
(patamar 1 e 2), está relacionada aos custos da geração de energia
elétrica. 
 
A Aneel alerta que, mesmo com a bandeira verde, é importante manter as
ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício de energia
elétrica.
Agência Brasil

Camilo anuncia mais 220 agentes penitenciários para março de 2019

 
 
O governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, anunciou na noite deste
domingo (30), que irá convocar mais 220 agentes penitenciários
aprovados no último concurso, já para o primeiro semestre de 2019. A
declaração de Camilo aconteceu por meio de uma live, na página oficial
do governador, no Facebook.
 
Conforme o chefe do Executivo Estadual, a divulgação do cronograma das
próximas chamadas de agentes era uma promessa a ser cumprida ainda em
2018. A primeira turma deve ser convocada daqui a três meses, em março
de 2019.
 
“Me comprometi de convocar mais de 650 novos agentes que fizeram
concurso público e curso de formação. Depois de uma reunião com equipe
econômica resolvi dividir esse chamamento em três turmas”, disse o
governador. Os 220 primeiros serão divididos em Região Metropolitana de
Fortaleza e Interior. 
 
Camilo destacou não poder ainda divulgar as datas das outras duas
turmas, mas, segundo ele, todas as três turmas serão convocadas no
próximo ano de 2019: “Quero aguardar a posse do novo secretário. Vou
aguardá-lo para que ele possa fazer esse planejamento dentro da
avaliação necessária”, informou.
Diário do Nordeste

Adolescente é assassinada a bala no bairro terrenos novos, em Sobral

Uma jovem identificada como Clarice foi assassinada a bala no início da noite  (30), no bairro Terrenos Novos. A vítima morreu logo após dá entrada no Hospital Regional Norte. A adolescente residia no conjunto Nova Caiçara. 

A Polícia Civil abriu um inquérito policial para apurar a autoria e a motivação do crime. 

 Com informações do portal O Sobralense

Criança de 11 anos é morta após irmão escapar de execução em Fortaleza

Criança foi encaminhada para o IJF, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ninguém foi preso. — Foto: Leábem Monteiro/TV Diário
Uma criança de 11 anos foi assassinada a tiros depois de tentar escapar
de uma tentativa de execução na noite deste sábado (29), no Bairro
Parque Genibaú, em Fortaleza. De acordo com a Polícia Militar, o alvo
era o irmão da criança.
A polícia apurou com testemunhas que a criança, o irmão de 13 anos e o
outro de 22 anos, estavam dentro da residência quando homens armados com
pistolas invadiram o local.
Durante a tentativa de homicídio, um dos irmãos conseguiu escapar. O
garoto se escondeu embaixo de uma cama, mas foi atingido por um tiro no
abdômen, após os suspeitos perceberem que o irmão da vítima havia
fugido. Já o outro rapaz, não teve ferimentos.
Ainda de acordo com a Polícia Militar, a criança chegou a ser socorrida
para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Conjunto Ceará, mas
devido o estado de saúde foi transferida para o Hospital Instituto
Doutor José Frota, no Centro da capital. A criança chegou a ser
reanimada, mas não resistiu ao ferimento. Até a manhã deste domingo
(30), nenhum suspeito foi preso.
G1/CE

Temer volta atrás mais uma vez e decide não conceder indulto de Natal a presos

O presidente Michel Temer durante entrevista no Planalto no último dia 26 — Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República
 
Depois de algumas idas e vindas, o presidente Michel Temer decidiu não
conceder indulto de Natal (perdão da pena) para presos condenados.
Em tese, Temer teria prazo para editar um decreto até esta segunda-feira (31), último dia do atual governo.
Segundo auxiliares próximos, se o presidente optasse pelo decreto, a
intenção era tomar a decisão neste domingo (30), para publicação na
edição desta segunda do “Diário Oficial da União”.
Logo depois do Natal, Temer havia decidido assinar o decreto de indulto
excluindo os condenados por corrupção, principal ponto das críticas ao
decreto do ano passado, que está no Supremo Tribunal Federal em
julgamento ainda não concluído.
Mas agora, segundo assessores próximos, o presidente ouviu opiniões, refletiu e optou por não assinar.
Antes do Natal, o presidente também havia decidido não conceder o
indulto. A assessoria do Planalto chegou a anunciar oficialmente que não
haveria indulto de Natal. Mas em seguida, ele decidiu reavaliar.
O presidente eleito Jair Bolsonaro, chegou a declarar que se Temer
concedesse indulto, este seria o último porque ele, Bolsonaro, não
pretende mais fazê-lo.
Assessores de Temer garantem que, desta vez, o presidente não voltará a mudar de opinião.
G1

Relembre crimes de grande repercussão no Ceará em 2018

O ano de 2018 foi marcado por crimes brutais e de grande repercussão.
Confira algumas das ocorrências policiais mais marcantes no Ceará.
Em 1º de janeiro, homem transitou por horas com o corpo de
Stefhani Brito na garupa da motocicleta. Ele abandonou o corpo da mulher
às margens da lagoa da Libânia, no bairro Mondubim. O crime chocou os
moradores pela crueldade. O principal suspeito, Alberto Calixto,
ex-companheiro de Stefhani, teve a prisão decretada. Após quase um ano,
segue foragido.
No dia 5 de janeiro, aproximadamente 20 famílias foram expulsas
das suas respectivas residências na comunidade Barroso 2, no Passaré. Os
moradores resolveram deixar as casas da rua Unidos Venceremos depois
que os muros amanheceram com pichações de facções criminosas que exigiam
a saída das famílias. 
No dia 8 de janeiro a primeira chacina do ano aconteceu em
Maranguape, Região Metropolitana de Fortaleza, onde quatro pessoas foram
executadas em uma residência no alto da serra de Maranguape. O local
era de difícil acesso e o Corpo de Bombeiros foi acionado para a
retirada dos corpos. 
No dia 27 de janeiro Fortaleza registrou a maior chacina do Ceará
até hoje, um crime que gerou repercussão internacional. Foram
executadas 14 pessoas em casa de eventos denominada “Forró do Gago”. O
lugar ficava no bairro Cajazeiras, mas após ser marcado pela tragédia o
proprietário extinguiu o lugar.
  Em 16 de fevereiro, foram assassinados no Ceará os homens que
eram considerados os maiores líderes da facção criminosa PCC (Primeiro
Comando Capital) fora dos presídios, de acordo com a Polícia Civil de
São Paulo. Rogério Jeremias de Simone, conhecido como Gegê do Mangue, e
Fabiano Alves de Souza, chamado de Paca, foram mortos a tiros em suposta
emboscada em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza. 
No dia 10 de março, o bairro universitário do Benfica foi o local
onde aconteceram  sete assassinatos em sequência. Os crimes foram
registrados na Praça da Gentilândia e nas imediações da Torcida
Organizada do Fortaleza (TUF), localizada na Vila Demétrio e rua Joaquim
Magalhães. 
Em 2 de maio, o humorista Francisco Fonseca Neto, o Fonsequinha,
de 52 anos, foi morto a tiros quando dirigia para um aplicativo de
transporte. O passageiro do cliente, Robson Borges da Silva Filho, de 23
anos, também morreu na ação. O humorista trabalhou em programas
televisivos durante anos. 
Em 11 de junho, Giselle Távora Araújo foi assassinada. A
universitária teve o automóvel confundido com o de assaltantes e foi
alvo de policiais militares. O veículo foi atingido por disparos e um
dos tiros atingiu as costas da vítima. Giselle foi encaminhada ao
Instituto Doutor José Frota (IJF), Centro, mas não resistiu aos
ferimentos. O crime aconteceu na avenida Oliveira Paiva, bairro Cidade
dos Funcionários. A família de Giselle pediu Justiça para o caso e a
Controladoria Geral de Disciplina (CGD) havia iniciado uma apuração.
Em 23 de agosto, o sargento José Augusto de Lima, 58; o tenente
Antônio César Oliveira Gomes, 50; e o subtenente Sanderley Cavalcante
Sampaio, 46, foram mortos a tiros em um bar no bairro Vila Manoel
Sátiro, em Fortaleza. Dois dos agentes eram da reserva. O crime foi
considerado uma chacina em virtude das vítimas não terem a chance de
defesa. Os policiais foram surpreendidos no bar. Todos morreram no
local.
Em 27 de outubro, Charlione Lessa Albuquerque, de 23 anos, foi
morto durante uma carreata pró-Fernando Haddad (PT). O crime aconteceu
em Pacajus e a vítima estava em um automóvel quando os executores foram
na direção de Charlione e o executaram. Ele chegou a ser socorrido para
unidade hospitalar local, mas não resistiu aos ferimentos. Suspeitos do
crime foram presos e a Polícia Civil afirmou que o crime não foi
motivado por política.  
Em 30 de outubro, um homem de 40 anos teve a casa, no bairro
Passaré, invadida e foi retirado por criminosos na presença da família.
Ele foi torturado e morto. A motivação do crime é que a vítima teria
relatado na comunidade que votou em Jair Bolsonaro (PSL). Os acusados
foram presos. A família da vítima foi acolhida pelo programa de proteção
à testemunha da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus).
Em 7 de dezembro, 14 pessoas foram mortas durante ataque a banco
na Cidade de Milagres, sendo elas seis reféns e oito criminosos. A
Polícia Militar estava no local e interceptou assaltantes de banco,
houve troca de tiros e entre as vítimas estava uma família pernambucana.
O caso ganhou repercussão internacional e é investigado a partir de uma
força-tarefa montada pelo governador Camilo Santana.

Jovem é morta a tiros dentro de casa em Varjota; Cidade deve fechar 2018 com 22 homicídios

 
Uma jovem de 19 anos foi morta a tiros na noite deste domingo (30),
enquanto estava jantando dentro de sua residência na Travessa Hermínio
Silva, no bairro Pedreiras, município de Varjota.
Ariane Feitosa de Souza, 19, foi surpreendida por um homem ainda não
identificado, que adentrou na casa e efetuou vários disparos de arma de
fogo contra a vítima e em seguida, fugiu tomando rumo ignorado.
Segundo informações extraoficiais, cerca de quatro tiros atingiram a
cabeça de Ariane, característica que reforça as suspeitas de execução.
O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal, em Sobral. A Polícia
Militar esteve no local e permanece em diligências, para tentar
identificar e capturar o autor do crime.
O município de Varjota deverá fechar o ano com o registro de 22
homicídios, um dos índices mais elevados na região do 7º Batalhão de
Polícia Militar.
 A voz de Santa Quiteria

Jovem morre após perder controle da moto e cair em acostamento em Varjota

 
 
Um acidente deixou uma vítima fatal no começo da manhã deste domingo
(30), na CE-183, próximo a localidade de Cajazeiras, zona rural do
município de Varjota.
 
A vítima foi identificada como Carlinhos Rodrigues, residente na
localidade de Várzea da Palha. Segundo populares, Carlinhos seguia em
sua moto na estrada, quando acabou perdendo o controle e caiu, vindo a
bater no acostamento de uma ponte e morrendo no local.
 
A ocorrência foi atendida pela Polícia Rodoviária Estadual. O corpo da
vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal, em Sobral.
 
 
 
A voz de Santa Quiteria

Ipu Notícias deseja a todos os seus leitores um 2019 repleto de realizações!

Que neste ano que se inicia, o amor e a esperança renasçam nos corações de todos, que celebrem junto das suas famílias, e nas suas casas reinem a paz e a harmonia. Que o Ano Novo traga novos sonhos e muitas realizações, que seja próspero e a cada dia a felicidade seja renovada. E acima de tudo, que continuemos juntos por mais um ano.

Boas festas, queridos leitores!

Fagner Freire 
(diretor presidente)
Anselmo Bandeira 
(Repórter fotográfico)

Cálculo da aposentadoria muda a partir de segunda-feira

 
O cálculo das aposentadorias por tempo de contribuição vai mudar a
partir de segunda-feira (31), quando será acionada uma regra
implementada por lei em 2015. A regra exige um ano a mais para homens e
mulheres se aposentarem. A atual fórmula, conhecida como 85/95, vai
aumentar um ponto e se tornar 86/96.
Quem quiser se aposentar pela regra atual – e já cumpre os requisitos – têm até este domingo (30) para fazer a solicitação.
Pela fórmula 85/95, a soma da idade e do tempo de contribuição deve ser
de 85 anos para mulheres e 95 para homens. O tempo de trabalho das
mulheres deve ser de 30 anos e o dos homens, de 35 anos. Isso significa,
por exemplo, que uma mulher que tenha trabalhado por 30 anos, precisa
ter pelo menos 55 anos para se aposentar.
A partir do dia 31, para se aposentar com o tempo mínimo de
contribuição, ela deverá ter 56 anos. A mesma soma precisará alcançar 86
e 96. A fórmula será aumentada gradualmente até 2026.
Aqueles que já cumprem as regras podem solicitar a aposentadoria pelo
telefone 135, que funciona das 7h às 22h, no horário de Brasília. Pelo
telefone, o pedido pode ser feito somente até este sábado (29). Pelo
site do INSS.o pedido pode ser feito até amanhã.
Fórmula
A atual regra é fixada pela Lei 13.183/2015. Nos próximos anos, a soma
voltará a aumentar, sempre em um ano. A partir de 31 de dezembro de
2020, passará a ser 87/97; de 31 de dezembro de 2022, 88/98; de 31 de
dezembro de 2024, 89/99; e, em 31 de dezembro de 2026 chegará à soma
final de 90/100.
Defensor da fórmula, o professor da Universidade de Brasília e assessor
do Conselho Federal de Economia, Roberto Piscitelli, diz que o cálculo
ajuda a reduzir desigualdades. “Ele combina dois indicadores [tempo de
contribuição e idade mínima] que, às vezes, quando considerados
isoladamente dificultam a vida do trabalhador. A fórmula ajuda a
compensar a situação daqueles que começaram a trabalhar muito cedo, o
que sempre foi fator de injustiça do ponto de vista do tempo para
aposentadoria”, explicou.
Além de se aposentar pela regra 85/95, os trabalhadores podem atualmente
se aposentar apenas por tempo mínimo de contribuição: 35 anos para os
homens e 30 anos para as mulheres, independente da idade. Nesses casos,
no entanto, poderá ser aplicado o chamado fator previdenciário que, na
prática, reduz o valor da aposentadoria de quem se aposenta cedo.
(Agência Brasil)