Você está em: Home CEARA Justiça Federal decreta prisão de oito empresários envolvidos em fraude do Juaforró

Justiça Federal no Ceará (JFCE) nesta sexta-feira (4). O grupo é acusado de fraudar contrato de licitação entre a Prefeitura de Juazeiro do Norte e o Ministério do Turismo para a realização do evento Juaforró, realizado na cidade de Juazeiro do Norte, no ano de 2008.

Oito empresários tiveram prisões decretadas pela
Os condenados José Mauro Gonçalves de Macedo, João Rodrigues Valério, Fédor Dostoievsky Viana, Francisco Renato Sousa Dantas, Antônio Arnoud Lopes, Gabriel Rubens Plácido Almeida, João Matias Rodrigues e Paulo André Santana de Melo tiveram diferentes sentenças. Juntas, as condenações ultrapassam 77 anos de reclusão.
A maior pena é a de José Mauro Gonçalves de Macedo. Por ser apontado pela Justiça como líder do esquema, Macedo deve ser mantido preso durante 22 anos e 10 meses. Em seguida, as maiores penas são de João Rodrigues Valério e Antônio Arnoud Lopes. Ambos, condenados a 15 anos, cada.
Conforme o Ministério Público Federal (MPF), para a promoção do evento, o grupo fechou convênio com o Ministério do Turismo e recebeu R$ 900 mil do Governo Federal. O Juáforro era realizado anualmente, sempre no mês de junho e envolvia  música, teatro e danças típicas.

 Diário do Nordeste
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire