Você está em: Home CIDADE , IPU , POLITICA LOCAL , PRINCIPAL Ex-vice prefeito de Ipu muda de partido e assume presidencia de Partido Novo

Mudanças partidárias na política ipuense: Partido "Solidariedade" tem novo presidente.


O ex-vice-prefeito de Ipu Dr. Carlos Eduardo pediu desfiliação do partido Solidariedade (SD). Carlos era presidente da sigla. Todavia, pensando em adotar uma nova dinâmica para a política ipuense, ou seja, uma política de renovação, resolveu filiar-se em uma sigla que pautasse com as suas convicções políticas.

Assim sendo, filiou-se ao Partido Novo. O Partido Novo (NOVO) é um partido político brasileiro de direita ideologicamente alinhado ao liberalismo, tendo sido fundado por pessoas sem carreira política. O partido teve seu registro deferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 15 de Setembro de 2015 e tem o 30 como número eleitoral.

Em relação ao Solidariedade de Ipu, Dr. Carlos Eduardo afirmou que a presidência da sigla ficará com o seu irmão, o vereador Nonato Filho. A decisão foi de comum acordo com o deputado federal Genecias Noronha, atual presidente do diretório estadual do SD.

O novo partido de Carlos Eduardo é oposição ao Governo do Estado; porém não se alinha com a oposição estadual tradicional. Defende uma inovação política para o Ceará; um rompimento total com a velha política oligárquica.

O NOVO não possui diretório ou comissão provisória nos municípios interioranos. Está concentrado a nível de capital.


Expresso Ipu
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire