Você está em: Home CEARA Casos da doença meningocócica no Ceará em 2017 já são maiores do que em 2016

 

O número de casos da doença meningocócica (DM) no Ceará em 2017 já é maior do que todo o ano de 2016. As informações são do boletim epidemiológico sobre meningites divulgado pela Secretaria de Saúde (Sesa/CE), nesta segunda-feira (17).

A DM, conforme a Sesa é de grande relevância para a saúde pública pela sua magnitude, gravidade e potencial para causar epidemias. Neste ano, já foram confirmados 24 casos, contra 20 de 2016. Ano passado, até o dia 8 de julho, o total era de apenas 11.

A infecção é causada pela bactéria Neisseria meningitidis e pode ser rapidamente fatal. Seus sintomas iniciais são febre alta, dor de cabeça, vômitos, manchas vermelhas na pele, dor e dificuldade na movimentação do pescoço (rigidez de nuca). 

Conforme o boletim divulgado pela Secretaria, a taxa de letalidade da doença aumentou nos últimos. Em 2016 o índice ficou em 35%, contra 19,05% do ano anterior. Neste ano, com sete mortes confirmadas - o mesmo número do ano passado -,  a taxa está em 29,17%.

Meningites gerais

De forma geral, foram confirmados 185 casos de meningite no Estado somente este ano em 58 dos 184 municípios. Quanto ao número de óbitos, neste ainda ainda é menor. Segundo a Sesa, 17 morreram em decorrência da contaminação. Já em 2016, o número chegou a 29.
No ano de 2016, a faixa etária mais acometida por DM foi a de 15 a 19 anos e a letalidade nas faixas etárias de 5 a 9 anos e de 50 a 64 anos. Já em 2017, a faixa etária com maior número de casos foi a de 35 a 49 anos e a letalidade na faixa etária de menores de um ano

Surto em Parambu

Entre os dias 13 de maio e 2 de junho de 2017, foram confirmados quatro casos de Doença Meningocócica e um de meningite bacteriana não especificada no município de Parambu, distante 406 quilômetros de Fortaleza. Os infectados foram todos homens com faixa etária de 26 a 54 anos, sendo que dois morreram.

Diante do cenário, a Secretaria Estadual, iniciou a vacinação por meio de três unidades básicas de saúde localizadas no centro do município. Inicialmente, o público alvo foi os homens de 20 a 49 anos de idade, faixa e sexo com a maior incidência da doença. Segundo os resultados preliminares, até 27 de junho foram aplicadas 7.327 doses da vacina após a expansão.

Diário do Nordeste
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire