Você está em: Home NACIONAL 2,5 mil pessoas alcoolizadas conduzem veículos na Capital


Duas mil e quinhentas pessoas conduzem motos e carros sob o efeito de álcool, diariamente, em Fortaleza. A informação faz parte de estudo apresentado pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), durante lançamento da campanha "Se Beber, Não Dirija", na manhã de ontem. Os dados da Pasta foram baseados em levantamento feito em sete vias localizadas nas seis regionais e do Centro da Capital.

"O uso do álcool causa uma maior perda de reflexo. A pessoa fica sem a condição de dirigir tecnicamente. Ao mesmo tempo aumenta a agressividade na direção. Nós queremos combater isso com as campanhas educativas", explica o secretário executivo de Conservação e Serviços Públicos da Prefeitura de Fortaleza, Luiz Alberto Saboia.

Os órgãos públicos e demais entidades de trânsito tentam diariamente conscientizar condutores de motos e carros para não misturarem álcool e direção. Apesar disso, o número de atendimentos no Instituto Doutor José Frota (IJF) de condutores embriagados é grande. Conforme a secretária da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel, "do total de atendimentos a motociclistas no IJF, 58% dos envolvidos confirmam ter ingerido bebida alcoólica antes das ocorrências". Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) a tolerância de álcool é zero. Conduzir veículo automotor sob influência de álcool é uma infração de natureza gravíssima com multa no valor de R$ 2.934,7, recolhimento e suspensão da habilitação por 12 meses e retenção do veículo até apresentação de outro condutor habilitado apto a conduzir o veículo.

a

Se a concentração for igual ou superior a 0,30 miligrama de álcool por litro de ar ou o motorista tenha sinais que indiquem alteração de capacidade psicomotora, ele ainda poderá ser preso. A pena varia, conforme a lei, de seis meses a três anos.
Apesar do alto número de acidentes por embriaguez, segundo dados da Bloomberg Philanthropies, empresa responsável por intervenções de mobilidade urbana e segurança viária de Fortaleza, é notável uma redução nos testes de alcoolemia. A soma dos exames positivos e recusas vem caindo. No primeiro semestre de 2016, o valor positivo para álcool chegava a 4,4%. Neste ano, em igual período, o número caiu para 3,4%.

Conscientização

Para conscientizar os condutores dos riscos de beber e dirigir, a Prefeitura de Fortaleza e a Bloomberg Philanthropies lançaram uma nova campanha. O principal objetivo é demonstrar que mesmo uma pequena dose de bebida alcoólica pode comprometer os reflexos e a concentração do condutor e levar a acidentes de trânsito, inclusive com mortos e feridos.

Uma pesquisa do Governo Federal, identificou que 24,3% dos motoristas em todo País reconhecem dirigir após ter consumido álcool. Como parte da campanha, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realizará abordagens educativas em bares e restaurantes da cidade para conscientizar o público sobre os riscos de misturar álcool e direção. Educadores de trânsito visitarão esses locais devidamente identificados com informativos.

 Diário do Nordeste
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire