Você está em: Home CIDADE , IPU , POLICIAL LOCAL , PRINCIPAL Ipu (CE): Delegado diz que poderá prender outras pessoas que compartilharam o vídeo com pornografia infantil


O delegado de Polícia Civil, Francisco Miguel de Sales Filho, titular da delegacia regional de Tianguá, afirmou em entrevista ao rádio Regional AM, que as investigações sobre o compartilhamento do vídeo com conteúdo pornográfico infantil, divulgado em grupos de WhatsApp que resultou na prisão de três pessoas em Ipu, irá continuar. (reveja a matéria)

Dr. Miguel ressalta que os celulares dos envolvidos no compartilhamento foram apreendidos e que terá continuidade as investigações afim de identificar mais suspeitos do crime considerado de pedofilia.

Os homens presos foram autuados nos artigos 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o qual dois deles foram recolhidos na Cadeia Pública do Ipu e um pagou fiança e foi liberado, por apenas ter o vídeo armazenado no celular os demais compartilharam segundo o Delegado. 

Segundo o delegado os suspeitos presos divulgaram o vídeo alegando que estaria contribuindo para prender o suspeito que aparece no vídeo, caso que o policial afirma não exclui o crime. A polícia acredita que o vídeo não foi produzido no município e que nem mesmo seja feito no Brasil.  

As investigações

O início de toda investigação até a realização das prisões dos acusados, se deu através da Comandante do CPI/Norte, coronel Júlio Aquino Rocha juntamente o Destacamento Policiamento de Ipu, depois que os PMs passaram a receberem denúncias anônimas dando conta da existência de um grupo no WhatsApp denominado de "Amigos e CIA", onde segundo as denúncias neste grupo foi compartilhado um vídeo de um criança sendo exploradas sexualmente, no vídeo um homem aparece dentro de uma banheira sendo masturbado por uma criança de aproximadamente 04 a 05 anos.

Diante das denuncias através de prints tirados do grupo do WhatsApp chegou até as mãos dos PM's de Ipu e do coronel Júlio Aquino Rocha do CPI/Norte, o caso começou a ganhar uma atenção especial por parte da polícia que de imediato os policiais militares passaram a fazerem todo o levantamento até chegarem a identificação dos acusados e logo depois entraram em contato com o DPI Norte, através de seu diretor Delegado Dr Marcos Aurélio, que em menos de 24 horas conseguiu juntamente com a sua equipe chegar até os responsáveis pelo grupo e ao mesmo tempo responsáveis pelas divulgações do vídeo.

 Ouça no áudio abaixo a entrevista que o delegado concedeu ao programa Fatos em Debate da Rádio Regional AM de Ipu, apresentado pelo radialista Hélio Lopes.




Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire