Você está em: Home CEARA Guerra entre facções criminosas na Grande Fortaleza provoca massacre com assassinatos coletivos nas ruas




A onda de assassinatos múltiplos que vem sendo registrada na Grande Fortaleza é um capítulo à parte da guerra que está sendo travada entre duas facções criminosas: Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE). A chacina ocorrida no último fim de semana revela a intenção dos grupos rivais em eliminar o maior número possível de inimigos. Somente no mês passado, foram registrados no Ceará 19 casos de duplos homicídios e dois triplos assassinatos.


 Neste fim de semana, de uma só vez, seis pessoas foram assassinadas em uma casa de veraneio no Porto das Dunas, em Aquiraz. A chacina, no sábado (3), ocorreu menos de 24 horas após dois casos de duplos homicídios terem sido registrados na Grande Fortaleza na sexta-feira (2), sendo um no bairro Catolé, em Horizonte; e outro no bairro Novo Maracanaú. Na quinta-feira, dois homens também foram fuzilados dentro de um bar, também no bairro Mondubim. 

 Conforme dados levantados pela Inteligência, o registro repetido de múltiplas execuções na guerra entre facções criminosas segue ordens dos comandos das quadrilhas e se tornaram uma prática de eliminação rápida dos inimigos dos criminosos. 

 Levantamento feito pelo Blog do Jornalista Fernando Ribeiro nesta segunda-feira (5) revela que as execuções sumárias com mais de uma vítima tornaram-se comuns no dia a dia da violência no Ceará.

Veja, a seguir, os casos de homicídios múltiplos no Ceará entre maio e junho deste ano no estado: 

 MAIO

 1º Caso (Dia 5/5) – Francisco Ribeiro de Oliveira. 30 anos; e Antônia Renata Freitas Teles, 29, foram mortos, a tiros, na cidade de Barreira.  

2º Caso (Dia 6/5) – Francieudo de Oliveira Gonçalves, 29 anos; Lucas Wescley Chaves Costa, 22, são assassinados, a tiros, na Vila Gonçalves, no Município de Russas.

 3º Caso (Dia 7/5) – Roberta Reis do Nascimento, 39 anos; e Raíssa Lopes Paiva, 22, mortas a tiros em uma residência na Rua dos Guaribas, Pecém, em São Gonçalo do Amarante, na RMF. 

4º Caso (Dia 10/5) – Antônio Ferreira da Silva e José Edilson da Silva são executados, a tiros, em Jijoca de Jericoacoara.

5º Caso (Dia 11/5) – Luan Venâncio dos Santos, 22 anos; e Francisco Ronielle Azevedo Martins, 
24, são assassinados, a tiros na Avenida Major Assis, no limite entre os bairros Quintino Cunha e Vila Velha, não zona oeste de Fortaleza. 

 6º Caso (Dia 12/5) – Joíle Goes da Silva, 20 anos; e Antônio Silvestre Ferreira, 54, são baleados e mortos na Rua Dom Quintino, no bairro Pirambu, em Fortaleza. 

7º Caso (Dia 12/5) – Francisco Raimundo Freitas dos Santos e Cássio de Sousa Sabino morrem num tiroteio entre facções na Avenida Humberto Monte, no bairro Pici. 

 8º Caso (Dia 12/5) – Os adolescentes Francisco Carlos Oliveira Siulva, 15 anos; e Francisco Wellington Oliveira da Silva, 17 anos, são mortos, a tiros, na rodovia CE-060, em Guaiúba, na RMF. 

 9º Caso (Dia 13/05) – Adriano Macena Lima, 29 anos; e James Francisco Sousa leão, 23, são assassinados, a tiros, na Avenida Cônego de Castro, no bairro Vila Manoel Sátiro, em Fortaleza. 

10º Caso (14/5) – Francisco Israel Braga da Silva Brito e Maria Rayane da Cunha Moura Gaspar são assassinados, a tiros, na Rua do Grupo, bairro Padre Júlio Maria, em Caucaia, na RMF.

 11º Caso 15/5) – Raimundo Nonato Porfírio de Lima e outro homem, ainda não identificado, são encontrados mortos dentro de um carrinho de reciclagem, na esquinadas avenidas 20 de Janeiro e Senador Robert Kennedy, na Barra do Ceará, zona Oeste de Fortaleza. O primeiro homem foi esquartejado e o segundo degolado. 

12º Caso (Dia 19/5) – Santiago da Silva Pereira, 32 anos; e Alex Vidal Andrade do Nascimento, 27 anos, são mortos, a tiros, na Rua Porto Alegre, bairro Autran Nunes, na Capital.

 13º Caso (dia 19/5) – Francisco Anastácio Brito Coutinho, 28 anos; Antônio Coutinho de Brito, 42; e Manoel Sampaio de Sousa, 39 anos, são mortos na zona rural do Município de Coreaú. 

14º Caso (Dia 22/5) – Romário de Sousa Ayres e Alan da Silva Bezerra são assassinados, a tiros, na Rua Esmerina Mendes, no bairro Salinas, em Fortaleza. 

 15º Caso (Dia 22/5) – José Edson Alves do Nascimento, 28 anos; e sua esposa, Francisca Jocélia Ferreira da Silva, 31 anos; mortos a tiros, dentro de casa, na Rua Omar Cardoso, na Barra do Ceará, por ordem de traficantes de drogas. 

 16º Caso (Dia 25/5) – Lucas Vinícius Gama, 25 anos; Marcos Lennon Marreiro de Lima, 19; e Elton Wagner da Silva Vieira, 28 anos, assassinados na Rua Amsterdã, no bairro Dias Macedo.

17º Caso (dia 27/5) – Dois homens identificados apenas por Álisson e Francisco são assassinados, a tiros, na Rua Joaquim Alfredo, no bairro Vila Manoel Sátiro, em Fortaleza.

 18º Caso (Dia 27/5) – Antônio Erivan da Silva e outro homem, não identificados, morrem em um confronto com a Polícia Militar no Município de Senador Pompeu.

 19º Caso (Dia 28/5) – Dois jovens identificados como Francisco Edley e Antônio R. são baleados e mortos durante um tiroteio na Avenida I do Conjunto Ceará, em Fortaleza. 

 20º Caso (Dia 28/5) – Os corpos de duas mulheres e um homem são encontrados crivados de balas em uma estrada de terra às margens da CE-040, no Município de Aquiraz, na RMF. As vítimas, não identificadas, teriam sido seqüestradas no bairro Lagamar, em Fortaleza. 

21º Caso (Dia 29/05) – Aílton da Silva Gomes e Fabiano de Sousa Coriolano (adolescente) são executados, a tiros, dentro de um barraco, na Rua D do Jangurussu. Assassinos filmaram o crime e postaram as imagens nas redes sociais. Seria um “acerto de contas” entre duas facções. 

22º Caso (Dia 31/5) – Antônio da Silva Lima, 22 anos; e Washington Braga, 38, morrem em um tiroteio durante uma tentativa de assalto a uma lanchonete, no bairro Aeroporto, na cidade de Juazeiro do Norte. 

JUNHO 

23º Caso (Dia 1º/6) – José de Amano Sousa, 26 anos; e Daniel Paulino Azevedo, 33 anos, foram assassinados, a tiros, dentro de um bar, na Rua Waldir Diogo, bairro Vila Manoel Sátiro, na zona Sul de Fortaleza. 

 24º Caso (Dia 2/6) – Dois homens, ainda não identificados, são assassinados a tiros num matagal na Rua Francisco de Sousa, bairro Catolé, na cidade de Horizonte, na RMF. 

 25º Caso (Dia 2/6) – Dois homens, ainda não identificados, são mortos, a tiros, durante um tiroteio na Rua 2, do Conjunto Novo Maracanaú, em Maracanaú, na RMF. 

26º Caso (Dia 3/6) – Seis homens são executados, a tiros, em uma casa de praia no Porto das Dunas, no Município de Aquiraz, na RMF. Foram identificados como: Davi Saraiva Benigno, Nilo Barbosa do Nascimento, Mateus de Matos Monteiro, Fernando dos Anjos Rodrigues Júnior, Klismann Menezes Cavalcante e Edmilson Magalhães, o “Bola”. 

Blog do Jornalista Ribeiro
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire