Você está em: Home NACIONAL Polícia investiga perfis de Youtube e Facebook com clipes que exaltam facções criminosas


Basta uma simples pesquisa em sites como Youtube ou Facebook para se deparar com dezenas de músicas que exaltam facções criminosas com atuação no Ceará. Em sua maioria funks, as canções divulgadas por canais como “Som das Favelas Cearenses” e “GB do Trem Balla” fazem menção a armamentos de grande poder de fogo, práticas criminosas, territórios nos quais os grupos agem, não se furtando nem mesmo a citar os nomes dos integrantes.

“A boca vendendo à vera e na favela ninguém rouba / O patrão é o irmão Gordim lá do Parque Santa Rosa / Na contenção o Abraão portando um AK trovão / O Felipe tá com um G3 que sai só do rajadão / Porque se eles tentar [sic] subir o Bruno faz descer”, afirma a música, em menção à facção conhecida como Guardiões do Estado (GDE).

Confira a música na íntegra:



Não é só a “Guardiões do Estado” que não faz questão de esconder informações do tipo. Há outra, em nome do Primeiro Comando da Capital (PCC), listando integrantes da quadrilha que teriam atuações em bairros como Antônio Bezerra, Álvaro Weyne, Santa Fé, Olavo Oliveira, Itaperi, José Walter, Pirambu, Conjunto Ceará, Siqueira, Iparana (Caucaia), Mondubim, São Benedito, Aerolândia, Carlito Pamplona, Bom Jardim, Russas, Barroso e Vila Velha

“Fornecendo os armamentos lá vem o mano Cocão / […] Não posso esquecer dos irmãos que tão no comando / Tem o Cigarro, o Silas o e Cigano”, chega a constar as músicas.

O fenômeno acompanha o avanço das facções criminosas no Ceará. No fim de 2015, começou a circular em redes sociais um vídeo em que homens encapuzados empunhavam armas de alto poder de fogo. Às suas costas, pichações em uma parede: “CVRL-CE”, “Só qualidade!”, “Comando Vermelho PJL”.

Esta última é uma sigla do lema do grupo Paz, Justiça e Liberdade. O vídeo era embalado por um funk que anunciava que o “CV dominou o Ceará”. O frente — isso é, o articulador da quadrilha no Estado — era o “irmão” Amarelo.

Amarelo é José Glauberto Teixeira do Nascimento, condenado por tráfico de drogas, roubo e sequestro. Em abril de 2016, ele foi transferido para o Presídio Federal de Catanduvas (PR), pela sua grande capacidade de articulação, conforme divulgou à época a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus).

Tribuna do Ceará
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire