Você está em: Home NACIONAL Mulher que pesava 500 kg perde mais de metade do peso e será levada da Índia para Dubai


Eman Ahmed, egípcia que chegou a ser considerada a mulher mais gorda do mundo, será levada nesta quinta-feira (4) para Dubai, nos Emirados Árabes, após passar por cirurgia bariátrica em março, na Índia, que reduziu seu peso em mais de 300 kg, de acordo com a imprensa local. 

O médico indiano Muffazal Lakdawala se ofereceu para operar gratuitamente Eman Ahmed Abd El Aty, que antes pesava cerca de 500 quilos. 

"É um caldeirão de doenças. Precisa de uma operação urgente", declarou o médico à AFP antes da cirurgia. "Sua irmã disse que ela não sai de seu quarto há 25 anos. Então pensei que deveria ajudá-la", acrescentou.
Eman Ahmed Abd El Aty, de 36 anos, viajou de avião para Mumbai após a ministra das Relações Exteriores indiana interceder pessoalmente para obter um visto. 

Durante o tratamento, a irmã que a acompanhava chegou a denunciar os médicos indianos publicamente, reclamando do tratamento recebido por Eman, mas Lakdawala afirmou que a família só fez isso porque não tinha condições de dar prosseguimento ao tratamento caso ela fosse liberada na Índia. O médico disse que a perdoava.
A egípcia Eman Abd El Aty era a mulher mais pesada do mundo; na foto, ela é vista no Egito, antes do tratamento oferecido por médico  indiano (Foto: Cortesia Muffazzal Lakdawala )
A egípcia Eman Abd El Aty era a mulher mais pesada do mundo; na foto,
G1
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire