Você está em: Home CIDADE , IPU , PRINCIPAL , VIDEOS Chuva de 58mm causa pontos de alagamento em várias ruas de Ipu

Chuva de 58mm alaga ruas e provoca enchente na Bica de Ipu


Várias ruas e avenidas de Ipu ficaram alagadas, nesta terça-feira (14/03), após um forte temporal que caiu na cidade. Por causa da chuva, algumas casas e comércios foram invadidos pela água. Alguns pontos houve  alagamento, mas nenhum acidente foi registrado.

A comerciante Janaína Fonteles, contou que na rua em frente ao seu comercio na Cel. José Lourenço virou um rio. "A calçada da minha loja é alta e quase a água entrou dentro. A correnteza foi tão forte que derrubou motos que estavam estacionadas. Fazia tempo que não via uma chuva dessa", comemora.

Após a chuva, vários moradores compartilharam imagens das áreas alagadas na redes sociais (confira no vídeo abaixo). Outro ponto bastante compartilhado nas redes sociais depois que a chuva deu uma trégua foi a Bica do Ipu. "A última vez que vi a Bica desse jeito ainda existia o antigo restaurante" conta a empresária Andrea Marinho. (Bica do Ipu após a chuva

De acordo com Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - Funceme choveu no município 58.0 mm. Ainda segundo o órgão a maiores chuvas na região Ibiapaba foram em:  Viçosa do Ceará - 115.0 mm; Ubajara - 70.0 mm; Frecherinha - 65.0 mm; Ipu - 58.mm; Ibiapina -  56.5 mm; São Benedito - 49.0 mm;  Tianguá - 47.0 mm; Cariré - 35.0 mm; Pires Ferreira - 33.0 mm e Flores (Ipu) - 35.0 mm.


Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire