Você está em: Home NACIONAL Brasil vence o Paraguai e engata oitava vitória coscutiva


Neymar e Philippe Coutinho infernizaram a defesa do Paraguai, ontem à noite, pelas Eliminatórias da Copa, em São Paulo. A dupla levantou a torcida no Itaquerão e foi responsável em manter o aproveitamento de 100% de Tite na seleção. A vitória de 3 a 0 foi a 8ª pelas Eliminatórias desde que o treinador assumiu o lugar de Dunga. Quando isso aconteceu, o Brasil estava fora da zona de classificação à Rússia-2018. Era um Brasil desacreditado. Não é mais. 

Com 33 pontos após 14 rodadas, o Brasil já não pode ser alcançado pelo 6º colocado, o Equador, que tem 20 e só pode chegar a 32. A 5ª colocação é a posição da repescagem. A partida entre Uruguai e Peru, encerrada após o fechamento da edição, interfere na definição de classificação antecipada da seleção.
 
Em São Paulo, onde o torcedor sempre foi mais crítico à seleção, a equipe foi recebida com aplausos. Nem o fato de o Brasil demorar para engrenar foi suficiente para a perda de confiança.
 
O Paraguai, do técnico Arce, adiantou sua marcação e tentou, por vezes, induzir o Brasil ao erro na saída de bola. Também travou as beiradas do campo, impedindo que os laterais brasileiros avançassem com facilidade.
 
Aos poucos, a seleção foi se ajeitando na Arena Corinthians, sem pressa, com boa participação de Philippe Coutinho, pela direita, e Neymar na esquerda.
 
Coutinho foi um dos jogadores mais acionados no ataque brasileiro, com toques rápidos e inteligentes. Quando a marcação chegava, a bola já não estava mais com ele. Numas dessas jogadas, invadiu pela direita, chamou a tabela com Paulinho e bateu de esquerda na devolução para vencer o goleiro Antony Silva, fazendo o primeiro gol.
 
A vitória parcial após os 45 minutos iniciais deu mais gana aos comandados de Tite. Mais acelerado, o Brasil avançou para cima do Paraguai. Aos 5 minutos, Neymar sofreu e cobrou pênalti, mas errou. O craque lamentou, mas não desistiu. Aos 18, pegou a bola no campo brasileiro, pela esquerda, fintou marcadores e disparou para o gol. Ele ainda balançaria as redes pelo que seria o terceiro do Brasil, o segundo dele, aos 27, mas o juiz peruano anulou depois de confirmar — ele pediu ajuda ao bandeira e deu impedimento.
Para selar a vitória, Neymar e Coutinho participaram, como num grand finale, da jogada do terceiro gol brasileiro, de Marcelo, aos 40. (Com AE)

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire