Você está em: Home NACIONAL Cearense cria sofá com 15 utilidades. É cama, mesa, armário e até escritório

Cama, mesa, armário e escritório: essas são algumas utilidades que o cearense Manuel Holanda deu para um sofá idealizado por ele.

Durante 15 anos, o empresário foi criando protótipos até chegar ao modelo ideal, oferecendo 15 utilidades para o objeto. Levou-o para os Estados Unidos e impressionou o público.

“Trabalhei por 40 anos em lojas de móveis, e sempre via as pessoas comprando bicamas para poder receber os parentes. Pensei em criar algo com mais utilidades”, conta Manuel, que já trabalhou como marceneiro e, atualmente, atua no ramo da moda.

Natural de Aracoiaba, no Ceará, ele tem 77 anos e vende o produto pela internet no valor de R$ 2,5 mil. O inventor explica que o modelo foi difícil de conceber. Inicialmente tinha 2,40m, até ser reformulado e reduzido para 1,90m.

Como costuma receber muitas visitas em casa, Manuel possui o sofá com 15 utilidades para recepcionar bem todos os que frequentam o ambiente. “Recebo muitos jovens, eles acham fantástico”, declara.

De acordo com o inventor, o sofá é único e só existe em Fortaleza. Caso fosse comprar os 15 móveis separados, o valor seria de três a quatro vezes maior.

O sofá está disponível para venda nas duas sedes do empreendimento de que é proprietário: o Maraponga Mart Moda, no Centro de Fortaleza e na Maraponga. Ao todo, já foram vendidos cerca de 500 peças Brasil afora.



Tribuna do Ceará
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire